Coronavírus: Presidente do Banco da Inglaterra diz que não imprimirá dinheiro para ajudar na crise

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.
1

Crédito: Reprodução/Twitter

Andrew Bailey, presidente do Banco da Inglaterra (BoE), avisou que sua instituição não adotará a prática de impressão de dinheiro novo para ajudar no combate ao coronavírus.

Depois de aumentar, no mês passado, o programa de compra de títulos em US$ 245,2 bilhões, em movimento similar ao que fizeram o Fed, nos Estados Unidos, e o Banco Central Europeu, o recado foi dado.

“O uso de financiamento monetário prejudicaria a credibilidade no controle da inflação, diminuindo a independência operacional”, opinou, em artigo publicado pelo Financial Times.

“Isso também resultaria em um balanço insustentável do banco central e é incompatível com a busca de uma meta de inflação por um banco central independente”, completou Bailey.

Adair Turner, presidente da Autoridade de Serviços Financeiros durante a crise financeira, e Charlie Bean, atualmente no comitê de formulação de políticas do Escritório de Responsabilidade Orçamentária, disseram que o financiamento criterioso do BoE não precisa levar à hiperinflação e destruição da sociedade vista em outros lugares.

Juro mais baixo

Se por um lado o BoE não imprimirá dinheiro novo para ajudar o governo no combate à pandemia do coronavírus, por outro a instituição tem feito ações para esquentar a economia britânica.

Em apenas uma semana, no fim de março, o Banco da Inglaterra baixou duas vezes a taxa de juros, tendo como referência agora o índice de 0,1% ao mês.

A decisão do Banco de Inglaterra foi anunciada poucas horas depois de o Banco Central Europeu, após uma reunião extraordinária do seu conselho de diretores, ter anunciado um incentivo de 750 milhões de euros em seu programa de compra de títulos de dívida.

Ficar em casa, receita do presidente da Positivo (POSI3) para ajudar a economia

Boeing estende paralisação em Seattle “até segunda ordem” por causa do coronavírus