Coronavírus derruba o preço do petróleo a menor nível em sete semanas

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.

Crédito: Reprodução / Pixabay

Os preços do petróleo alcançaram seu mais baixo valor em sete semanas nesta quinta-feira, 23, com quedas de mais de 1% – na quarta-feira, 22, as quedas foram de mais de 2%.

A nova baixa acontece devido à preocupação com a propagação do coronavírus, que já vitimou 17 pessoas na China e já contaminou quase 600 em toda a Ásia e nos Estados Unidos.

A ameaça é que o novo vírus derrube a demanda por petróleo no mundo todo, como ocorreu com a epidemia de SARS em 2003.

BDRs. Alternativas para investir no exterior diretamente da bolsa brasileira

Os contratos futuros de petróleo brent caíram 1,3%, com o barril sendo negociado a US$ 62,39. Os contratos futuros de WTI caíram 1,5%, com barril a US$ 55,88.