Coronavírus: China testa 30 produtos em busca da cura

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Cientistas, médicos e pesquisadores chineses estão trabalhando 24 horas por dia, sete dias por semana, para tentar encontrar uma cura para o coronavírus.

De acordo com as agências de notícias do país, a Academia Chinesa de Ciências anunciou testes com 30 medicamentos que podem ter efeitos terapêuticos contra a doença que está alarmando o mundo.

Uma equipe formada por profissionais do Instituto de Matéria Médica de Shanghai da ACC e da Universidade Shanghai Tech está procurando uma forma de combater o 2019-nCoV, responsável por infectar 4.515 pessoas e vitimar outras 106 apenas no próprio país.

BDRs. Alternativas para investir no exterior diretamente da bolsa brasileira

Os pesquisadores revelaram no domingo a estrutura de cristal de alta resolução de proteinase, principal viral (Mpro) do novo coronavírus e, com base nos estudos, selecionaram 30 medicamentos com potencial para combate.

Entre os 30 remédios que serão testados estão inclusos 12 medicamentos anti-HIV, como Indinavir, Saquinavir, Lopinavir, Carfilzomib e Ritonavir, dois contra vírus sincicial respiratório, um anti-esquizofrenia, assim como um imunossupressivo.

Os medicamentos que estão em estudo serão sugeridos para o tratamento de pacientes com pneumonia infectados pelo 2019-nCoV.