Coronavírus: China registra primeiro dia sem mortes

Marcelo Hailer Sanchez
Jornalista, Doutor em Ciências Sociais (PUC-SP) e Mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Pesquisador em Inanna (NIP-PUC-SP). Trabalhei nas redações do Mix Brasil, Revista Junior, Revista A Capa e Revista Fórum. Também tenho trabalhos publicados no Observatório da Imprensa e revista Caros Amigos. Sou co-autor do livro "O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente" (AnnaBlume).
1

Crédito: Reprodução / YouTube

No mundo

Última atualização do boletim da Organização Mundial da Saúde (OMS), informa que há, até este momento, mais de 1 milhão de casos e 62 mil mortes.

China registra primeiro dia sem mortes

De acordo com o governo chinês, o país não registrou mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas. Segundo as autoridades de saúde da China, trata-se de um fato inédito desde o início da publicação de relatórios sobre infectados e vítimas do coronavírus.

Com mais de 3 mil mortes causadas pela Covid-19, a China tem acompanhado o declínio de infecções e vítimas fatais há duas semanas. Apesar do número positivo, o país tem enfrentado uma segunda onda de contágios provocada pelos viajantes que chegam de outros países. Até este momento, o governo já registrou mais de mil ‘casos importados”.

Conquiste sua Independência Financeira. Conheça os 4 Pilares para Investir

Brasil: prefeitura de SP interdita estabelecimentos

Último boletim do Ministério da Saúde, informa que há 12.056 casos e 553 mortes.

A Prefeitura da cidade de São Paulo informou que, 50 estabelecimentos foram interditados por não respeitarem as regras da quarentena, que só permite a abertura de comércios essenciais. De acordo com o governo municipal da capital paulista, um bar da região central foi multado em R$ 9,2 mil.

Um canal de denúncia foi criado pela gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB), a partir do número 156 as pessoas podem denunciar estabelecimentos que não obedecendo as regras da quarentena. Até este momento, foram recebidas 9.744 denúncias.

Espanha: 743 mortes nas últimas 24 horas

O governo da Espanha registrou 743 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. O país, que tinha registrado queda nos últimos dois dias, agora vê os números aumentarem novamente. Até este momento, o país tem 140.510 casos e 13.798 casos.

EUA inicial mapeamento de imunes ao coronavírus

Órgão de saúde dos Estados Unidos iniciaram a coleta de amostras de sangue por todo o país para determinar a verdadeira quantidade de cidadãos infectados pelo coronavírus aplicando um teste que funciona de maneira retrospectiva, informa o Estadão.

Os testes serão baseados em estudos sorológicos e são diferentes daquelas que trabalham com a coleta da secreção nasal que determina se uma pessoa porta o vírus. O exame vai analisar se determinados anticorpos estão presentes no sangue, revelando se a pessoa lutou e depois se recuperou da doença, mesmo que não tenha apresentado os sintomas.

Este novo exame será crucial para flexibilizar, de maneira gradual, o confinamento. Desta maneira, os indivíduos que tiverem imunidade comprovada, poderão retomar as suas atividades, informa o Estado de São Paulo.