Coronavírus: Brasil passa de 60 mil casos e mortes chegam a 4.205

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor

Crédito: Reprodução / CDC

O ministério da Saúde atualizou os números do novo cornavírus no Brasil para esse domingo (26) e houve aumento de 5,8% nos casos confirmados, passando para 61.888; e de 189 vítimas fatais a mais, ou 4,7% em relação a sábado, indo a 4.205 óbitos.

A taxa de mortalidade caiu para 6,79%, contra os 6,86% de sábado. No mundo, essa taxa está em 6,92%, com 3 milhões de infectados, 207 mil mortos e mais de 875 mil recuperados.

As pessoas em situação crítica no mundo são 57.561. no Brasil, 8.318.

No Brasil, há ainda, segundo o ministério da Saúde, 27.531 casos em acompanhamento, 30.152 recuperados, o que representa 49% de todos os casos reportados, e 1.322 óbitos em investigação.

Mortes suspeitas

Uma dos maiores questões na crise do novo coronavírus no Brasil é a baixa notificação. No Paraná, por exemplo, cartórios registram 78 mortes por suspeita ou confirmação da Covid-19. O estado tem oficialmente 1.156 casos confirmados e 72 mortes.

“O número da Central de Informações do Registro Civil (CRC Nacional) consta no Portal da Transparência da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Brasil (Arpen). Os últimos registros incluídos no sistema são da sexta-feira (24)”, informa o portal de notícias G1.

Isso elevaria o número de mortos do Paraná a 150, mais do que o dobro do atual.

Papa Francisco e Manaus

A Folha de São Paulo informou que o Papa Francisco ficou emocionado com as imagens de mortos pela Covid-19 enterrados em valas comuns em Manaus e telefonou sábado (25) para o arcebispo da capital amazonense, dom Leonardo Steiner.

“Ele teve a delicadeza de ligar ontem à tarde. Fiquei meio espantado, receber o telefonema do papa não é tão simples. Como nos conhecemos há muito tempo, logo a conversa fluiu. Ele queria saber da realidade de Manaus, e eu coloquei um pouco para ele”, relatou dom Leonardo à Folha.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

O Amazonas tem 3,833 casos confirmados e 304 mortes.

Lockdown em Belém

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), foi ao Twitter nesse domingo (26) para dizer que vai decretar a proibição das atividades comerciais não essenciais.

“Estamos vivendo em Belém um momento dramático de expansão do coronavírus e de saturação das unidades públicas e privadas de atendimento à saúde, tanto na urgência, quanto na estrutura hospitalar. Por isso, a melhor medida que nós podemos adotar como comportamento é o isolamento social e a prefeitura vai publicar amanhã um decreto de proibição da atividade comercial em geral, excetuando apenas as atividades essenciais à vida, à saúde e à segurança das pessoas”, disse.

“Mas sobretudo a grande mensagem que precisa ser incorporada por todos é da necessidade de ficar em casa. Temos que evitar a expansão de casos de pessoas em busca de oxigênio, em busca de ar, e não tendo onde serem atendidas. Fica aqui o meu apelo: fique em casa”, concluiu.

O Pará tem 1.867 casos do novo coronavírus e chegou a 100 mortos.

Números nos estados

As secretarias estaduais de saúde informam um número um pouco mais elevado do que o consolidado pelo ministério da Saúde. São 62.265 casos e 4.237 mortes. O envio ao ministério é feito até as 14 horas, mas os casos continuam chegando, por isso a diferença.

Aqui, os dados divulgados pelo ministério nesse domingo:

São Paulo tem 20.715 casos e 1.700 mortes. Mais treze estados possuem mais de mil casos notificados: Rio de Janeiro (7.111 e 645 mortos), Ceará (5.833 e 327), Pernambuco (4.898 e 415), Amazonas (3.833 e 304), Maranhão (2.223 e 112), Bahia (2.209 e 73), Pará (1.867 e 100), Espírito Santo (1.703 e 51), Minas Gerais (1.548 e 61), Santa Catarina (1.235 e 42), Rio Grande do Sul (1.166 e 35), Paraná (1.156 e 72) e Distrito Federal (1.066 e 27).

Os números dos demais estados são: Rio Grande do Norte (825 e 44), Amapá (798 e 21), Goiás (573 e 25), Alagoas (554 e 32), Paraíba (499 e 49), Roraima (401 e 4), Piauí (331 e 18), Rondônia (364 e 10), Acre (279 e 11), Mato Grosso (250 e 9), Mato Grosso do Sul (234 e 7), Sergipe (159 e 9) e Tocantins (58 e 2).

LEIA MAIS
Mortes globais por Covid ultrapassam 200 mil

Gráficos mostram como a pandemia do coronavírus atingiu a economia global