Copom anuncia redução da taxa básica de juros de 7% para 6,75% ao ano

Nesta quarta-feira o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou a redução da taxa básica de juros de 7% para 6,75% ao ano.

Betina Moura
Betina Moura, gaúcha, formada em Marketing pela Universidade do Vale do Itajaí-SC, adoradora do marketing digital, tecnologia, comunicação, boas músicas e esportes.Na Equipe EuQueroInvestir é responsável pela diagramação dos artigos, designers, redação de notícias e inboud marketing.Contato: betina.moura@euqueroinvestir.com
img-capa

Foto: img-capa

Essa redução já era esperada pelo mercado financeiro, com isso é a 11° que a taxa básica de juros recebe um corte, alcançando o menor patamar já registrado desde o regime de metas de inflação em 1999.

Essa é a menor taxa de juros de toda a história do Banco Central, desde 1986.

Fim dos cortes

A próxima reunião do Copom está marcada para o dia 21 de março, no documento que comunica a decisão, o Copom informou que por conta do cenário atual o correto agora é encerrar o ciclo de cortes da Selic.

“Para a próxima reunião, caso o cenário básico evolua conforme esperado, o Comitê vê, neste momento, como mais adequada a interrupção do processo de flexibilização monetária”, diz o comunicado.

Entretanto, o Comitê do copom deixou claro que caso não haja mudanças no cenáruo atual até a data da próxima reunião que acontecerá no dia 21 do próximo mês a taxa básica de juros pode continuar recebendo cortes.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

“Essa visão para a próxima reunião pode se alterar e levar a uma flexibilização monetária moderada adicional, caso haja mudanças na evolução do cenário básico e do balanço de riscos. O Copom ressalta que os próximos passos da política monetária continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos, de possíveis reavaliações da estimativa da extensão do ciclo e das projeções e expectativas de inflação”, diz o texto.

O que pode contribuir para mais cortes na taxa básica de juros?

Entre os muitos fatores que serão levados e conta pelo comitê do Copom para a decisão de cortar ainda mais a taxa básica de juros na próxima reunião estão os ajustes econômicos e a continuidades das reformas, como a reforma da previdência que pode ter efeito negativo para a inflação.

“O Comitê enfatiza que o processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira contribui para a queda da sua taxa de juros estrutural”, diz o texto.

Outro fator que pode acarretar no corte da taxa de juros é o mercado internacional que tem passado por um período de volatilidade.

O Copom afirmou que, por ora, “o cenário externo tem se mostrado favorável para o controle da inflação brasileira, isso tem contribuído até o momento para manter o apetite ao risco em relação a economias emergentes, apesar da volatilidade recente das condições financeiras nas economias avançadas”, diz.

Logo depois do Copom divulgar a decisão, nosso querido Michel Temer comemorou usando seu twitter para colocar sua posição.

Twitter Temer

[banner id=”teste-perfil”]