Contas de luz, água e telefone poderão ser pagas em banco digital, analisa BC

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo
1

Crédito: Fachada do Banco Central por Sérgio Lima/Poder 360

O Banco Central (BC) quer revolucionar a forma de pagamento de conta de luz, água e telefone. Assim, eles poderão ser feitos em banco digital, analisa o órgão junto a  Febraban (Federação Brasileira de Bancos) e a ABBC (Associação Brasileira de Bancos), informou o site 6 Minutos.

Atualmente, para quitar uma conta de luz , água ou telefone de forma digital só é possível se o banco do cliente tiver um convênio com a concessionária. Mas como os bancos digitais já estão muito populares, os consumidores de bancos digitais ou fintechs acabam precisando sacar dinheiro e ir até uma instituição financeira credenciada para fazer o pagamento.

Do ponto de vista da defesa da concorrência, essa é considerada uma barreira de entrada no setor bancário pelo BC, que vem avançando em uma agenda para aumentar a competitividade.

“Tudo poderia ser pago pelo celular, de forma digital. Atualmente, esse processo ainda é analógico”, afirmou um executivo próximo às conversas, que prefere não se identificar, ao 6 Minutos.

A ideia é que os próprios agentes do setor negociem entre si e fechem uma autorregulação desses pagamentos. “Seria necessário um grande acordo entre os grandes bancos, os bancos menores e a CIP para que essa modernização possa ocorrer”.

Procurada pela reportagem, a Febraban confirmou, através da sua assessoria de imprensa, que o novo modelo está em discussão. Não detalhou, entretanto, as propostas que estão na mesa.