Contas de 30,7 milhões de pessoas devem zerar com saque do FGTS

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo

Crédito: @Dragana_Gordic/ Freepik

O saque de R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), autorizado pelo governo federal, deve zerar contas pertencentes a 30,7 milhões de pessoas. A informação foi divulgada pelo jornal Valor Econômico.

Inicialmente, o diretor do FGTS, Gustavo Tillmann, disse que o saque de R$ 1.045 iria zerar 80% das contas. Depois, o Ministério da Economia informou que o percentual é de 70%, completou o site G1.

A Medida Provisória (MP) publicada no dia 7 de abril permite que o trabalhador saque o valor entre 15 de junho a 31 de dezembro. A operação tetem aplicação imediata, mas precisa ser aprovada pelo Congresso em 120 dias, segundo o G1.

O Congresso editou um ato para que as MPs tenham tramitação mais rápida no Legislativo, devido à crise de coronavírus. O prazo é de 16 dias.

Segundo o Ministério da Economia, cerca de 60 milhões de pessoas têm direito ao saque. “Ninguém poderá tirar mais de R$ 1.045, ainda que tenha duas ou três contas com valores superiores a essa quantia”, informou a pasta.