Consumo de internet aumenta e operadores preveem tráfego três vezes maior

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Crédito: Reprodução Pixabay

Na primeira semana da quarentena pela Brasil afora, devido ao coronavírus, o fluxo de dados na internet começou a aumentar.

Com a disseminação do vírus, muitas empresas passaram a operar em home office, com trabalho remoto.

Isso fez aumentar o uso da internet nas residências, segundo informações do portal Tele.Síntese.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

Crescimento da demanda: 15%

A operadora Mob Telecom logo notou a mudança. De acordo com a empresa, a demanda de internet cresceu 15% na última semana.

Segundo a empresa, há três tipos diferentes de demanda que levaram ao aumento do uso de internet. São eles, o consumidor, os provedores de internet e as operadoras.

“Os provedores estão solicitando upgrades. Já os clientes residenciais estão consumindo como nunca, e as operadoras precisam de altas capacidades para apoiar suas demandas, em especial as móveis”, explica melhor a situação Salim Bayde Neto, o CEO da Mob Telecom.

Para a Mob Telecom, esse fluxo de dados pode crescer ainda mais durante a pandemia do coronavírus.

Prevendo a alta, a empresa traçou planos de ações emergenciais para analisar melhor cada nó das redes. 

Morgana Jacomini, diretora de redes da Mob, comentou sobre o plano: “Mapeamos os principais pontos de conexão e montamos um plano estratégico de contingência da rede. Esperamos o consumo geral da rede multiplicar em até três vezes ao longo desta crise. E para essa demanda estamos prontos”.

Empresas sentiram o aumento no fluxo da internet

Outra empresa que sentiu o impacto do aumento de uso da internet foi a IX.br.

De acordo com a companhia, a demanda cresceu devido a conteúdos como videoaulas e videoconferências.

Os dados da IX.br demonstraram um aumento de 10% no tráfego, durante o dia.

Segundo Giuseppe Marra, diretor de relações institucionais da Cisco, empresa líder mundial em TI e redes o consumidor ampliou o consumo de internet em 20%.

Mesmo com o aumento, Marra afirma que o crescimento de uso não trará problemas. Giuseppe explicou a razão: 

“O tráfego de internet cresce há cinco anos cerca de 30% ao ano. Todas as operadoras trabalham com o provisionamento da rede para períodos de seis meses a 12 meses”. Por isso, não haveria problemas para o consumidor precisar se preocupar com sua rede em casa.