Conheça os principais índices que medem a inflação no Brasil

Humberto Maurício Pennacchia
null
1

Crédito: Reprodução / Pixabay

A inflação, durante muito tempo, já foi uma das vilãs da economia brasileira. Esse quadro está mudando com o passar do tempo. Os preços, atualmente, estão em níveis bem aceitáveis. Você sabia que para se fazer a média do aumento de preços existem vários índices específicos? Alguns índices estão focados nos preços do mercado imobiliário (aluguel, compra e venda), por exemplo, enquanto outros medem os preços de produtos no supermercado. Quais são esses índices de inflação? Por que é importante conhecê-los? Como eles impactam sua vida? Leia essa pauta e fique bem informado sobre o assunto.

Saiba o que é um índice de inflação e como ele é medido:

Muitas  economias do mundo tem que lidar com o fenômeno da alta progressiva de preços. Em alguns países, esse processo é mais acelerado, como no Brasil dos anos 1980. Com o objetivo de verificar exatamente o comportamento geral dos preços, as tendências do mercado, as diferenças entre cada região do país e também de formular políticas econômicas, são feitas medições constantes da variação de preços em diversos setores (imobiliário, automobilístico, alimentar, transportes, etc.). Essas medições têm como resultados, diversos índices de inflação que representam uma média de alta de preços em determinados setores. Os índices de inflação funcionam como um termômetro do economia. Esses índices são uma representação numérica do aquecimento (ou redução) do consumo.

Como os índices de inflação são calculados?

Eles são calculados pela variação de preço de diversos produtos, cada um com seu peso. Como cada índice possui produtos e pesos diferentes, seus valores também são diferentes.

Conheça alguns dos principais índices de inflação existentes no Brasil: 

Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA)

Esse é o índice de inflação oficial do país, utilizado como parâmetro para a política de metas de inflação. É calculado pelo IBGE entre o 1º ao 30º dia de cada mês e reflete o custo de vida para famílias com renda entre 1 e 40 salários mínimos, nas principais regiões metropolitanas do país. Em sua composição estão inclusos  gastos  relacionados  com  alimentação, habitação, transportes, comunicação, vestuário,  saúde e cuidados pessoais.

Índice Nacional de Custo da Construção (INCC)

Índice específico para o setor de construção, calculado pela primeira vez em 1950 pela FGV. Reflete a variação de preço nos materiais de construção e na mão-de-obra do setor. É utilizado para reajuste de financiamentos diretos ao consumidor.

Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M)

Divulgado pela FGV, é calculado com base no IPA, IPC e INCC, com pesos respectivos de 60%, 30% e 10%, entre os dias 21 de um mês e 20 do mês seguinte. Foi criado para corrigir operações financeiras e contas de consumo e contratos de aluguel.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA)

Desde sua criação em 1947, o IPA, inicialmente batizado de Índice de Preços por Atacado e, a partir de abril de 2010, denominado Índice de Preços ao Produtor Amplo, registra variações de preços de produtos agropecuários e industriais nas transações  interempresariais,  isto é, nos estágios de comercialização anteriores ao consumo final. Calculado pela FGV com base nos preços do mercado atacadista, abrangendo etapas do processo produtivo que precedem o preço do varejo.