Conheça melhor o CDB

Humberto Maurício Pennacchia
null

Crédito: Pixabay

Você já ficou em dúvida ao analisar as oportunidades de investimentos existentes no mercado financeiro?

São tantos nomes diferentes,  inúmeras  siglas que nós nunca ouvimos falar.

Aí cabe aquela pergunta: Como eu vou investir meu dinheiro nisso se eu não sei nem ao menos o que significa essa sigla?

Para ajudá-lo a resolver esse dilema, falaremos hoje de um dos investimentos mais tradicionais encontrados no mercado financeiro.

Estou me referindo ao CDB. Para entendê-lo melhor, vamos começar decifrando o que significa essa sigla.

O que significa CDB?

CDB significa CERTIFICADO DE DEPÓSITO BANCÁRIO.

Uma parte da sua dúvida já foi desvendada, fica outra pergunta: O que é  CDB e para que serve? 

CDB nada mais é do que um título de renda fixa emitidos por bancos.

Ao adquirir esses títulos você está, na prática, emprestando seu dinheiro ao banco; que por sua vez irá usá-lo para se capitalizar, ou em outras palavras, expandir sua capacidade de crédito.

Para ficar mais fácil o entendimento, o banco irá usar seu dinheiro para fazer mais dinheiro.

Não podemos esquecer que os bancos trabalham de duas maneiras, de um lado, ele faz a captação dos recursos dos investidores, de outro lado, ele usa o dinheiro que captou junto aos investidores para emprestá-lo a terceiros.

Preste atenção numa situação, a taxa de juros do dinheiro emprestado pelo banco a terceiros será sempre maior do que aquela paga a você quando empresta seu dinheiro a ele.

Essa diferença entre uma taxa de juros e a outra chama-se spread. Aí está uma grande fatia da alta lucratividade das instituições financeiras.

Voltando ao CDB, não podemos esquecer que para se obter uma rentabilidade  maior, o dinheiro deve ficar por um bom período investido.

Um outro fator que faz com que você tenha um diferencial na taxa de juros negociada com o banco é o total de recursos que você vai investir.

Lembre-se, quanto maior o valor, melhor é o seu poder de barganha.

Preste atenção a um detalhe que não deve passar despercebido por parte do investidor:

Desconfie quando um banco está pagando uma taxa de juros  muito maior do que a encontrada na média pelos concorrentes. Isso pode ser um sinal de fragilidade na saúde financeira do banco.

Os investimentos feitos em CDB contam com a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Crédito),  até o limite máximo de R$ 250.000,00.

O que é o FGC?

O FGC não é um banco nem um órgão governamental. Tecnicamente ele é uma entidade privada, sem fins lucrativos.

Ele é mantido pelas instituições financeiras através de contribuições mensais de 0,0125% sobre todo o dinheiro que os seus investidores possuem aplicado.

É importante ressaltar que essas contribuições são feitas diretamente pela instituição financeira associada, e que não há nenhum tipo de cobrança direta do investidor para que ele tenha proteção do FGC.

Esse dinheiro, por sua vez, é mantido pelo fundo e serve três funções principais:

  1. Proteger correntistas e investidores no âmbito do sistema financeiro, até os limites estabelecidos pela regulamentação;
  2. Contribuir para a manutenção da estabilidade do Sistema Financeiro Nacional;
  3. Contribuir para a prevenção de crise bancária sistêmica.

Isso significa que se o banco em que o seu dinheiro está investido quebrar, você terá seu capital garantido e restituído até o valor acima citado.

Falaremos agora, um pouquinho, sobre os tipos de CDBs existentes no mercado.

Temos os CDBs pré-fixados, isso significa que ao investir você já saberá antecipadamente quanto receberá ao resgatá-lo.

Encontramos,  também, os pós-fixados, ou seja, você só saberá no final do investimento quanto irá receber de juros.

Existem os CDBs híbridos, são papéis emitidos pelo banco que pagam, geralmente,  a variação de algum índice inflacionário acrescido de uma taxa de juros fixa.

Em linhas gerais, na maioria dos casos, os grandes bancos e conglomerados financeiros pagam taxas menores devido a sua robusta condição financeira, portanto, ao investir seu dinheiro faça uma pesquisa detalhada e negocie uma taxa de remuneração que o deixe confortável e satisfeito ao final do investimento.

Lembre-se da dica, o dinheiro é seu, faça-o trabalhar a seu favor!.

Sua carteira de investimentos está preparada para aproveitar a retomada de crescimento do Brasil? Essa pode ser a oportunidade da sua vida!

Deixe seus dados abaixo e nossa equipe entrará em contato para lhe ajudar.

Ou se preferir, ligue direto para 4007-2374.