Conheça as 10 marcas americanas mais valiosas do mundo e saiba como investir nelas

Yolanda Fordelone
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Crédito da imagem: AFP PHOTO/Josh Edelson

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus balançou muitas empresas não só nos negócios, mas também no valor de mercado e de marca. No Brasil ainda sentimos os efeitos dessa crise com 64% das empresas do Ibovespa – principal índice de ações da B3 – operando em um nível de preços inferior ao registrado no período pré-pandemia.

Com todos em casa, o setor de turismo foi um dos mais afetados em diversos segmentos. Entre as empresas de cruzeiro, como a Royal Caribean Internacional, a queda foi de 90% no valor de marca e de mercado em 2020. Marcas famosas como o Hilton – o hotel mais valioso do mundo – também amargou uma queda de 30%. Nem mesmo marcas mais populares, como o Airbnb escapou: a companhia perdeu 67% do valor de mercado.

Ainda assim, algumas marcas seguem resilientes e no ranking das mais valiosas do mundo. O levantamento anual da consultoria Branded Content mostrou quais são as 500 marcas mais valiosas do mundo em 2021.

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a soluções customizadas de acordo com seu perfil

O curioso é que o investidor brasileiro consegue investir em muitas delas na própria bolsa nacional, a B3. Vamos explicar como!

BDRs na B3

Há muitos anos, a Bolsa de Valores possuía entre as opções de investimentos as ações estrangeiros. Aqui, elas são classificadas como Brazilian Depositary Receipts (BDRs), ou seja, certificados que representam ações emitidas por empresas em outros países, mas negociados no Brasil.

As BDRs, por sua vez, se dividem em dois tipos:

  • Patrocinadas: a própria empresa estrangeira decide emitir seus títulos no Brasil para captar recursos no mercado local. A companhia procura uma instituição depositária nacional para conduzir o processo de lançamento e acompanhamento do título. São minoria na B3.
  • Não patrocinadas: não possuem participação da companhia emissora na sua venda. Nesse caso, a iniciativa de ofertar os títulos vem da instituição depositária nacional, sem envolvimento da companhia. São maioria na B3.

Apesar de estarem presentes no mercado financeiro, poucos eram os brasileiros que aplicavam em BDRs. Isso porque era necessário ser qualificado (ter no mínimo R$ 1 milhão em carteira) para comprar a maioria delas, classificadas como BDRs não patrocinadas.

Desde 2020, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) derrubou a regra do investidor qualificado. Isso permitiu que investidores comuns passassem a ter acesso a este mercado.

Além disso, aumentou o interesse de lançamentos de BDRs no mercado local. Desde a mudança de regra, foram diversas novas BDRs sendo lançadas aqui.

As marcas americanas mais valiosas

O ranking da Branded Content traz uma série de empresas cujas ações estão disponíveis na B3. Confira abaixo as 10 marcas americanas mais valiosas, seu valor de marca e o código de negociação na B3.

Marcas americanas mais valiosas

Como comprar

Para adquirir uma BDR, basta se cadastrar em uma corretora de valores. Por meio da própria plataforma ou aplicativo o investidor pode comprar o certificado como se fosse uma ação comum.

Antes de montar a carteira, é interessante avaliar a composição total para que a diversificação faça sentido no portfólio. Para auxiliar na tarefa existe o assessor de investimento, um profissional que, juntamente com o investidor, entende o perfil dele e seleciona boas opções que lhe atendam.