Conheça a ‘Ibovespa’ das criptomoedas criada por brasileiros

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo
1

Crédito: Divulgação / Mundo dos Bitcoins

Após o boom das criptomoedas em 2018, engenheiros do Brasil resolveram inovar no mercado. Além de comprarem as moedas virtuais, criaram a Hashdex, uma gestora de investimentos que funciona como uma espécie de ‘Ibovespa’ das criptomoedas.

O carioca Marcelo Sampaio e outros dois engenheiros, Bruno Caratori e Thiago Costa mantém a investidora, que vende cotas de um fundo que compra moedas virtuais pelo mundo para capturar os rendimentos (ou distribuir o prejuízo) do setor entre os cotistas.

De acordo com o site IstoÉ Dinheiro, atualmente produto é comercializado por sete plataformas de investimento, incluindo a XP e o BTG Pactual, e já chamou a atenção da Nasdaq – a Bolsa de Valores eletrônica de Nova York.

E o produto brasileiro chegou em um bom  momento, quando grandes investidores voltaram a demonstrar interesse pelo bitcoin.

“No fim do ano passado, o fundo soberano de Abu Dhabi comprou uma corretora de criptomoedas. Também o respeitado fundo patrimonial da Universidade Yale, o segundo maior do tipo nos Estados Unidos. Assim, alocou US$ 400 milhões em uma única gestora de moedas digitais, a Paradigm”, disse o site.

O índice foi inaugurado no fim de 2018, Inicialmente com nove ativos, hoje conta com 13. Até agora a ideia tem funcionado, segundo os gestores.