Conheça 3 tipos de remuneração em Renda Fixa Melhores que a poupança

Leia com muita atenção este texto, pois ele mostrará algo surpreendente sobre as possibilidades de retorno bem acima da poupança com a mesma segurança.

Sandro Patto
Sandro Patto Assessor de Investimentos do portal EuQueroInvestir.com, especialista em Renda Fixa e Fundos de Investimentos. (47) 98438-2560 - WhatsApp sandro.patto@euqueroinvestir.com
img-capa

Foto: img-capa

[box type=”warning” align=”” class=”” width=””]O que mostrarei aqui, você não encontrará no seu Banco, nem o seu gerente irá te contar, por isso preste bem atenção e se tiver alguma dúvida, entre em contato que explicarei com maiores detalhes.[/box]

O que vem a seguir mudará totalmente a forma como você enxerga seus investimentos daqui para a frente e lhe trará grandes oportunidades de retorno sobre o seu capital investido.

Não caia mais no conto dos “Grandes Bancos”, eles raramente te oferecerão produtos de investimentos realmente atraentes, eles captam barato para emprestar caro.

Liberte-se de uma vez por todas da cultura atrasada de que a poupança é o único investimento seguro, isso não é verdade.

Conheça 3 tipos de remuneração em Renda Fixa Que Rendem Mais que a Poupança Com a Mesma Segurança ( o 3º é o mais interessante para o Cenário Atual)

Você sabe realmente o que significa uma remuneração Prefixada, Pós-Fixada e IPCA+?

Esse artigo irá esclarecer de forma simples e direta as 3 formas mais comuns de rentabilidade quando falamos de investimentos em Renda Fixa.duvida

  • São eles: PREFIXADOS, PÓS-FIXADOS e IPCA +

Prefixado

A mais simples e talvez, a forma mais fácil e preferida da maioria dos investidores, um título Prefixado significa exatamente quanto o seu patrimônio irá aumentar em um dado período, sem oscilações, a taxa é pactuada (fechada) no momento da compra do Título (CDB)

Vamos ao exemplo:

Representação comum no mercado à CDB Banco XPTO 12% a.a – 5 Anos

Isto significa que é um CDB Prefixado à uma taxa de 12% ao ano.
Normalmente é representado como: CDB 12% a.a – Significa simplesmente que o seu patrimônio investido renderá 12% ao ano, ou seja, caso aplique R$ 100.000,00, em 12 meses seu patrimônio alcançará uma quantia de R$ 112.000,00 no período de 1 Ano. 

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Pós-Fixado

Antes de começar a explicar “o Pós-fixado”, vamos entender um pouco mais sobre o CDI – Certificado de Depósito Interbancário e a Taxa DI
O CDI é um Título utilizado entre os bancos como forma de equalizar o saldo em tesouraria no final do dia.

[box type=”success” align=”” class=”” width=””]Este Certificado transita entre as instituições bancárias sob uma remuneração que se dá o nome de Taxa de Desconto Interbancário ou Taxa DI que por sua vez é calculada com base na Taxa Básica de Juro do País, a SELIC.[/box]

Exemplo: No último dia 16/05/18, o Banco Central interrompeu o ciclo de corte de Juros na SELIC, deixando-a em 6,50% e a Taxa DI ficou em 6,39%, muito próximo a taxa básica SELIC.

Concluindo, o CDI que rende à uma taxa DI serve como parâmetro ou Benchmark para nossas aplicações de Renda Fixa, nós sempre buscaremos bater o CDI.

Esclarecido o que é CDI, concluímos que, uma aplicação Pós-fixada terá rentabilidade atrelada a algum índice, ou seja, um CDB com rentabilidade indexada ao CDI é um título de renda fixa Pós-Fixada.

Então quando alguém te propõe um CDB que tem uma rentabilidade de 80% CDI (os bancos adoram oferecer produtos com essa rentabilidade), fuja o quanto antes, você encontra Títulos de Renda Fixa muito mais rentáveis e com a mesma segurança, com taxas de 119% CDI, 123% CDI e até mesmo 125% CDI em outros lugares.

Faça aqui seu teste de perfil e conheças estas opções.

[banner id=”teste-perfil”]

Representação comum no mercado à CDB Banco XPTO 120% CDI – 3 Anos

Normalmente é representado como: CDB 120% CDI

Os conceitos de CDI e DI nem sempre são fáceis e se entender, se ficou alguma dúvida, me envia um e-mail que te explico melhor: sandro.patto@euqueroinvestir.com

IPCA+

Desconhecida ou mal compreendida por grande parte dos investidores, esta remuneração tem caraterística

conservadora e de longo prazo, se bem aplicada te renderá um excelente ganho de capital, além de blindar contra a deterioração do poder compra causado pela inflação.

Mas antes de entrar de fato na explicação desta forma de remuneração, preciso antes fazer uma breve síntese do que é Juro Real e como ele é calculado.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Juro Real nada mais é do que a Taxa de Juro Nominal que atualmente está em 6,50% a.a (SELIC) menos o acumulado de 12 meses do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor – Amplo)[/box]

Alguns gestores e analistas de mercado utilizam fórmulas matemáticas complexas para chegar a resultados mais precisos e obterem projeções do Juro Real para definirem estratégias de investimentos, mas não se preocupe com isso, por hora só precisamos da matemática básica para tornar o texto mais didático.

Considere apenas que Juro Real é: Juro Nominal – Inflação (Acumulado de 12 Meses).

Com isso, vamos a prática.

Hoje com a atual Taxa de Juro Nominal a 6,50% a.a e o IPCA Acumulado de 12 Meses no patamar de 2,70% temos:

Juro Real = 6,50 – 2,70

Juro Real = 3,8% a.a

Agora, deixando a matemática de lado vamos ao que realmente interessa, a remuneração IPCA+

Representação comum no mercado à CDB Banco XPTO IPCA + 6% a.a – 5 Anos

Acima temos uma oferta de um CDB IPCA + 6% que pode assumir 2 significados:

  • Que você tem um CDB que te rentabiliza 8,7% a.a (dado o IPCA acumulado de 2,7%)
  • Que o você terá nos próximos 5 Anos um Juro Real “de 6% a.a”

Deixo aqui minha contribuição e espero ter esclarecido suas dúvidas.

Procuro sempre escrever da forma simples e didática para que você entenda realmente em que você está investindo, caso ainda tenha alguma dúvida, estou a disposição.

Agora que você já entende realmente como funciona a rentabilidade de um CDB, estamos prontos para o próximo passo.

Abra uma conta na XP Investimentos e inicie agora seus investimentos, não aceite migalhas, rentabilidades medíocres e fuja daquela conversa que no nosso “Grande Banco” é mais seguro.

A mesma proteção que existe no grande banco existe também nos pequenos e médios Bancos, o FGC, veja mais sobre o Fundo Garantidor de Crédito neste meu outro artigo.

Bons Investimentos!