Estreia da XP está nessa lista: confira os maiores IPOs de 2019

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Foto: IPO-IPOs

Em 2019, cerca de 250 empresas, nacionais e multinacionais, abriram o capital. Veja a seguir os 10 maiores IPOS em 2019, de acordo com levantamento da FacSet.

1- Saudi Aramco

Em seu primeiro dia de negociações na bolsa de Riad, na Arábia Saudita, a Saudi Aramco se destacou como a maior empresa pública mundial. Seu IPO é o maior da história.

As ações da petrolífera chegaram a 35 riais da Arábia Saudita na última sexta-feira (27). O valor de mercado atingiu a marca dos 7 trilhões de riais (US $ 1,87 trilhão) . Desde a oferta pública o estoque subiu um pouco menos que 1%.

2- Alibaba

A Alibaba ficou em segundo lugar na listagem com maior IPO de 2019. A empresa de e-commerce iniciou este ano a bolsa de Hong Kong. Devido ao grande sucesso, elevou sua demanda: como consequência a avaliação chegou a US $ 13,8 bilhões.
Desde a oferta pública, o estoque elevou em média 13,5%. No segundo dia de atuação na bolsa, suas ações subiram 10%. Nesta sexta (27), as ações estavam aproximadamente 213 dólares.

3- Uber

A empresa Uber iniciou no mercado com uma expectativa alta. Buscava no mercado preços em média US$ 120 bilhões. Mas em maio obteve uma avaliação entre US $ 75,5 bilhões e US $ 82,4 bilhões, abaixo da expectativa.

As ações da Uber despencaram em média 33% desde a oferta pública. Nesta sexta (27) as ações fecharam em US $ 30, e com valor de mercado de US $ 51,5 bilhões.

4- Budweiser

A oferta pública da Budweiser também obteve sucesso em seu primeiro dia na bolsa. Suas ações subiram em média 4%.

As ações da Budweiser fecharam sexta-feira (27) a 27.50 HKD. Gerando um valor de mercado um pouco mais que 364 bilhões de HKD (US $ 46,7 bilhões). Desde a oferta pública as ações despencaram 2,5%.

5- Caixa Postal da China

Neste ano já é a segunda bolsa asiática que o Banco de Poupança Postal da China, abre capital. A inauguração em Xangai começou um pouco mais tarde do esperado e foi equilibrado. Em seu primeiro dia as ações fecharam em 2%, acarretando em apenas US $ 4 bilhões.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Desde a oferta pública as ações em Xangai subiram um pouco mais de 2%. Na última sexta (27), as ações estavam 5,74 ienes, fechando um valor de mercado de 728,6 bilhões ienes (US $104,1 bilhões).

6- Shenzhen Transsion Holdings

Em seu primeiro dia das negociações em setembro deste ano, seu valor de mercado fechou em média US $ 4 bilhões. Desde o IPO suas ações despencaram em 24,5%, na última sexta (27), o valor por ação era 43,63 ienes e seu valor de mercado média de 35 bilhões ienes (US $ 5 bilhões).

7- Avantor

A Avantor inaugurou em maio no mercado com uma oferta pública avaliada em US $ 2,9 bilhões, abaixo do esperado.

Nesta sexta (27), o valor de mercado fechou em US $ 10,4 bilhões. Suas ações estão valendo 30% a mais desde a oferta pública, US $ 18,21.

8- Lyft

Em seu primeiro dia, o valor de mercado subiu fechando em US $ 22,2 bilhões. Mas, no segundo dia seu valor de mercado caiu.

As ações da Lyft fecharam nesta sexta (27) em 45,84 dólares por ação. Em relação a abertura suas ações despencaram em 36%, acarretando em um valor de mercado de US $ 13,6 bilhões.

9- XP Inc.

A XP Inc. iniciou com valor de mercado avaliada em US $ 14,9 bilhões. No primeiro dia suas ações subiram 25% arrecadando cerca de US $ 2,25 bilhões.

Destacou-se com maior IPO no que diz respeito às empresas brasileiras. Nesta sexta (27) suas ações fecharam em US $ 38,49, e seu valor de mercado em US $ 21,2 bilhões. As ações subiram em 12%.

10- TeamViewer

A empresa de tecnologia alemã captou aproximadamente 2,2 bilhões de euros em seu IPO em setembro, alcançando o último lugar entres os 10 maiores de 2019. Até a última sexta-feira os papéis já avançaram 29% e o valor de mercado da companhia chegou a 6,58 bilhões de euros.