Confiança da indústria teve nova alta em junho de 2021, diz CNI

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi divulgado nesta segunda-feira (14). De acordo com o índice, a indústria segue confiante na economia em junho.

O indicador atingiu 61,7 pontos. O valor está próximo dos patamares registrados no segundo semestre de 2020, período de forte recuperação da economia brasileira. O índice varia de 0 a 100, ou seja, quanto maior e mais distante da linha divisória dos 50 pontos, maior e mais disseminada é a confiança.

O gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, lembra que esse otimismo é importante para estimular a produção, o investimento e a geração de empregos.

“A percepção da indústria quanto às condições atuais da economia e das empresas avançou significativamente neste mês. Isso demonstra uma percepção mais positiva do estado atual da economia brasileira e das empresas”, explica Azevedo.

O ICEI é composto por dois fatores: Índice de Condições Atuais e Índice de Expectativas. O primeiro cresceu 4,6 pontos para 54,8 pontos. Isso mostra que se afastou de qualquer percepção negativa sobre o momento atual da economia e da empresa. O segundo, que já estava em um alto patamar, avançou 2,5 pontos, atingindo 65,1 pontos, o que indica ainda mais otimismo da indústria para os próximos seis meses.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

CNI