Confiança da indústria sobe pelo quarto mês consecutivo, diz CNI

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), da Confederação Nacional da Indústria (CNI), aumentou 1,2 ponto em agosto de 2021 em relação a julho. O índice, portanto, alcançou 63,2 pontos. Este é o quarto mês consecutivo de avanço do indicador, período no qual acumula alta de 9,5 pontos. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (11).

O índice varia de 0 a 100, sendo 50 pontos a linha divisória entre falta de confiança e confiança. Foram entrevistados 1.477 empresários. Entre eles, 580 de empresas de pequeno porte, 558 de médio porte e 339 de grande porte, entre 2 e 6 de agosto.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

De acordo com o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, esse é o maior índice do ano e está bem distante da média histórica de 54 pontos.

“Já são 13 meses consecutivos de confiança. Por estar bem acima da linha divisória de 50 pontos há alguns meses, o ICEI vem indicando otimismo forte e disseminado na indústria”, destaca.

O indicador é composto pela percepção do momento atual e pela expectativa para os próximos seis meses. Conforme a CNI, esses dois componentes registraram avanço em agosto de 2021.

O Índice de Condições Atuais demonstra uma percepção mais positiva do estado atual da economia brasileira e das empresas. O índice cresceu 1,8 ponto para 57,5 pontos. Por fim, o Índice de Expectativas, que já estava em um patamar elevado, avançou 0,8 ponto, atingindo 66 pontos.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3

cni,