Confiança do consumidor está no pior nível desde o começo da pandemia; veja mais notícias

Felipe Moreira
Especialista em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 8 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Certificações: CPA-10, CPA-20 e AAI. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

O consumidor brasileiro está mais pessimista em relação à economia. O Índice Nacional de Confiança (INC), que varia de 0 a 200 pontos, ficou em 70 pontos neste mês, seis abaixo de março. Quanto maior a pontuação, melhor a confiança. É o pior indicador desde o começo da pandemia de Covid-19, de acordo com reportagem do Estadão.

A maior parte dos entrevistados (59%) na pesquisa da Associação Comercial de São Paulo disse estar insatisfeita ou muito insatisfeita com a situação financeira, o emprego e a vida.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Os brasileiros mais pobres são também os menos confiantes, com 52 pontos no índice. As classes AB e C, com 71 e 74 pontos, também se mostram preocupadas com a economia.

Orçamento com vetos foi sancionado

Após semanas de embate entre a equipe econômica e o Congresso e um acordo que descontou da meta fiscal as despesas de combate à pandemia, o presidente Bolsonaro sancionou ontem (22) o Orçamento de 2021.

A assinatura veio acompanhada de um corte de R$ 11,9 bilhões nas emendas parlamentares e de R$ 7,9 bilhões nas despesas discricionárias (não obrigatórias) do governo, que incluem custeio e investimentos.

Bolsonaro ainda fará um bloqueio adicional de R$ 9 bilhões nas emendas indicadas pelos congressistas, mas poderá liberá-las novamente no futuro caso haja espaço fiscal para isso. O tamanho total do ajuste apontado como necessário pelo Ministério da Economia se aproximou dos R$ 29 bilhões.

Dólar fecha no menor nível em 2 meses

O dólar despencou na sessão de ontem (22), caindo 1,73%, a R$ 5,4556, o menor valor desde 24 de fevereiro (R$ 5,4062), em dia em que a moeda norte-americana não se deu bem em todo o mundo, na comparação com os pares e com as em desenvolvimento.

Um ajuste em relação ao feriado de Tiradentes e também questões locais, como relatos da entrada de receita de exportadores e algum alívio com o encaminhamento do Orçamento, ajudaram o dólar a fechar no menor nível.

Corrida pelo carbono neutro aumenta fosso entre países

A Cúpula de Líderes sobre o Clima, organizada pelo presidente dos EUA Joe Biden, conseguiu dois tentos – colocar os Estados Unidos na liderança da geopolítica climática e estimular outros países ricos a aumentar suas metas de corte de emissões de gases-estufa.

As duas iniciativas têm o potencial de provocar uma corrida nos países industrializados por economias descarbonizadas. Podem, contudo, ter um efeito colateral – ampliar o abismo entre o mundo rico, os emergentes e os países em desenvolvimento. As informações são do Valor.

Atraso na vacinação dos prioritários preocupa

A previsão realista do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga para vacina preocupa médicos. Para especialistas, realidade estende imunização até setembro, mas “dá” mais 4 meses para o vírus agir, segundo reportagem do Valor.

Atualização Covid-19

O Brasil teve 2.027 óbitos confirmados por covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total de vítimas a 383.502. Os novos casos positivados foram 45.178, de um total de 14.167.973 milhões.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.