Concessionária do aeroporto de Natal pede exoneração do contrato

Gabriela Brands
Profissional com graduação em Jornalismo, pós-graduação em Planejamento em Comunicação e Gestão de Crises de Imagem e em Marketing. Tem experiência sólida em Comunicação Política, Assessoria de Imprensa e Gestão de Crises.

Operando desde 2011 no Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, em Natal, a empresa Inframérica formalizou o pedido exoneração do contrato de concessão. A notícia foi divulgada no site do Ministério da Infraestrutura, nesta quinta-feira (05). Entretanto, a prestação de serviços será mantida até a realização de uma nova licitação.

De acordo a nota, o Decreto n° 9.957, de 6 de agosto de 2019 autoriza a rescisão dos contratos. O pedido será processado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC)  e Ministério da Infraestrutura. Posteriormente, o processo de relicitação será iniciado.

O contrato da concessão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante é anterior a uma série de inovações de modelagem que vêm sendo aplicadas no setor. Conforme a nota do Ministério da Infraestrutura, “a devolução da concessão é um movimento natural de mercado”.  Além disso, a pasta considera o terminal de Natal atraente, pois tem proximidade com América do Norte e Europa. “Essas características que devem torna-lo um ativo disputado num leilão futuro”, diz a notícia.

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a opções de investimentos de acordo com seu perfil. Invista em suas Escolhas