Comprar e vender carro sem sair de casa é possível com a startup Carupi

Daniele Andrade
Jornalista formada pela Universidade Positivo, pós-graduada em Mídias Digitais. Atualmente cursa bacharel em História. Gosta de produzir reportagens sobre política tanto nacional quanto internacional, economia e tecnologia.
1

Já imaginou comprar e vender seu carro sem sair de casa? Essa é a aposta da startup Carupi, criado pelo ex-presidente executivo da InstaCarro, Diego Fischer. Em sua primeira empresa Fischer criou um modelo, para vender rápido um carro para as concessionárias. Agora com a Carupi, o objetivo é unir os consumidores nas duas pontas da transação, segundo o Estadão Conteúdo.

Em entrevista ao Estadão, Diego comentou: “No nosso negócio, o vendedor consegue o melhor preço possível, enquanto o comprador pode receber o carro entregue na porta de casa, 100% periciado”A Carupi funciona desde setembro de 2019, e já atraiu grandes investidores. Para se ter ideia, no final de 2019 a startup recebeu um aporte de US$ 150 mi, da Y Combinator. Uma aceleradora da Califórnia, que já investiu em Airbnb, Rappi e Dropbox.

Fischer comentou que o recebimento dos investimentos, vai ajudar a startup a fazer sua expansão para cinco cidades até o meio de 2020. Atualmente, a Carupi atua apenas em São Paulo. Com as atividades a todo vapor, a expectativa da empresa é encerrar o primeiro semestre com R$ 100 milhões em transações realizadas. 

BDRs. Alternativas para investir no exterior diretamente da bolsa brasileira

A comissão média, cobrada para vender um veículo na Carupi é em torno de R$ 3 mil por caso, segundo Fischer. Os valores vão variar de acordo com modelo e estado do veículo. Mas, caso o vendedor concluir o negócio utilizando outros meios, não será cobrado o serviço realizado pela startup.

Como funciona a Carupi

O serviço da Carupi funciona da seguinte maneira, primeiro é preciso fazer um cadastro com as informações do veículo para realizar a venda. O cadastro é feito na plataforma da empresa, disponível em aplicativo ou web. 

Após preencher todas as informações sobre o carro, a startup se encarrega do resto. Um fotógrafo vai até o vendedor, para captar imagens do veículo. Junto um especialistas em vendas é chamado, para compreender as necessidades do vendedor.

Após ser anunciado o veículo, e houver alguém interessado na compra, um motorista é chamado para levar o carro até o possível comprador. Em que pode ser feito um test drive gratuito.  Se o negócio for fechado, a Carupi recebe os valores e repassa ao antigo dono do carro. Uma comissão é tomada sobre a transação.

Para maior segurança, o processo legal também é feito pela startup. São realizados a transferência via cartório, além da vistoria sob responsabilidade da Carupi.