Comprar na alta ou na baixa? Entenda a diferença

Kleber Falchetti
Kleber Falchetti Economista - formado pela UFSC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Pós Graduado pela FGV - Fundação Getúlio Vargas no curso Gestão Financeira COM ÊNFASE EM Mercado de Capitais. Trabalhou na Sala de Ações do Santander como gerente sênior de Mercado de Capitais Trabalhou como professor universitário no curso de Graduação de Economia e Contabilidade na Unisul - Universidade do Sul de Santa Catarina Também deu aula no curso de Pós Graduação de Matemática na Unisul - Universidade do Sul de Santa Catarina. Atualmente é sócio e agente autônomo na empresa Eu Quero InvestirPara entrar em contato é só enviar um email para kleber.falchetti@euqueroinvestir.com ou mandar uma mensagem no WhatsApp 47 99190 1053
1

Foto: img-capa

Salve salve amigos da análise gráfica, vamos iniciando a semana com um tema novo, mais que isso, um paradigma a ser rompido.

Meus textos sempre buscam mostrar a vida como ela é de um investidor na bolsa. E para falar disso, minha experiência no mercado ajuda contar essa história.

No Brasil, a escola gráfica sempre foi muito bem recomendada pelos analistas para a escolha das ações, mas ainda é muito comum ver investidores usando de forma errada os gráficos. Um exemplo simples, é ver a bolsa subir como subiu em 2017 e encontrar investidores que não obtiveram o mesmo desempenho positivo do índice.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! [button color=”orange” size=”small” link=”https://www.euqueroinvestir.com/teste-de-perfil-tipo-investidor/?autor=kleber.falchetti” icon=”” target=”true” nofollow=”false”]Teste de Perfil[/button]

Veja o gráfico do Ibovespa em 2017, abaixo.

grafico

 

O que se escuta muito no mundo dos gráficos, é que o uso correto é comprar na baixa e vender na alta, não está de total errado essa frase, mas estamos deixando de fora um bom pedaço da conversa.

Na análise gráfica, o investidor está sempre olhando o ultimo preço da ação, dependendo de seu fechamento, você pode comprar ou vender, inclusive, não fazer nada, apenas monitorar até que bata no seu preço esperado para negociar.

[banner nome=”facebook”]

Deixa eu explicar melhor o que quero dizer com o ultimo preço da ação. Como estou escrevendo sobre os gráficos, o que um gráfico nos fala, é que não importa o que uma pessoa está achando do mercado, se está feliz porque ganhou um prêmio na loteria então pode arriscar mais e comprar mais ações, ou se está triste porque se separou da mulher, então precisa sair do risco, e assim vender suas ações.

Na verdade, pouco importa para você que é usuário do gráfico esses porquês de cada pessoa, o que interessa mesmo, é o último preço da ação, ali estará embutido todos os sentimentos do mercado, inclusive não só dos brasileiros, como também, do mundo todo naquela ação que você está analisando.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Entendido um pouco mais sobre os mundo dos gráficos, partimos para a resposta de minha pergunta inicial, tema deste artigo.

Comprar na baixa significa comprar a um preço inferior ao preço da venda. Básico isso. Mas comprar na alta, é como?

Comprar na alta, é você comprar a um preço que a ação esteja subindo a dias, caso você esteja analisando pelo período diário, mas ainda encontrará potencial de mais alta, veja o exemplo no gráfico abaixo.

Compra de ações por rompimentos de máximas.

grafico

Portanto, temos mais um ingrediente aqui, os indicadores nos gráficos, eles nos ajudarão a monitorar se o padrão de alta ainda terá continuidade ou não.

Meu objetivo neste artigo, é chamar atenção para não deixarmos de fora uma boa oportunidade apenas porque já subiu o preço.

Espero ter ajudado você com um pouco mais de informação, se você deseja fazer contato para tirar dúvidas ou gostaria de iniciar nesse mercado, segue meus contatos abaixo, terei maior prazer em ajudá-lo.

 

Gostou do artigo? Deixe seu contato.

[banner id=”teste-perfil”]

 

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.