Comprador de imóveis está com mais cautela; veja mais notícias

Matheus Gagliano
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

Os compradores de imóveis estão mais cautelosos na hora da aquisição, de acordo com matéria do Valor Econômico. Após um período de forte expansão durante a pandemia, o setor imobiliário começa a entrar em uma fase de acomodação. Isto levando em conta as classes média e alta renda.

Matéria do jornal O Globo mostra que as taxas de juros menores, há um crescimento do crédito com imóvel como garantia. A modalidade home equity registrou crescimento de 46% em janeiro a agosto em relação ao mesmo período de 2020.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Pessimismo piora com infraestrutura

O pessimismo está maior no setor de infraestrutura. Matéria do jornal Valor Econômico mostra que uma as perspectivas de crescimento do setor não vão as melhores. O dado está na 6ª Edição de pesquisa da Abdib. A pesquisa foi feito em parceria com a EY Brasil junto a 167 gestores de investimentos e especialistas do setor.

Saques da poupança crescem neste ano

Matéria do Valor Econômico aponta que os saques da poupança têm crescido este ano. Nesse ano, dados do Banco Central mostram que ocorreu um resgate líquido de R$ 20,6 bilhões. Este montante resgatado ocorre devido a inflação alta e juros. Estes itens têm impactado o orçamento das famílias.

Governo deve prorrogar auxílio emergencial

O governo federal deve fazer uma prorrogação do auxílio emergencial, informa matéria do jornal O Estado de S.Paulo. Uma das possibilidades consideradas é estender o benefício por 60 dias. Este utilizaria sobras de R$ 12 bilhões do Bolsa Família.

Desaceleração da China pode afetar o Brasil

A desaceleração econômica da China deve retardar a retomada do Brasil, segundo a Folha de S.Paulo. Matéria do jornal mostra que dados referentes ao 3TRI mostraram que o país asiático cresceu 4,9% no período. Ficando 7,9% abaixo do trimestre anterior e 18,3% atrás do primeiro.