Compra da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco ainda é analisada pelo BC

Patrícia Auth
Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Apesar de já ter sido anunciada há mais de um ano, a compra efetiva da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco ainda passa pelo aval do Banco Central (BC). Nesta semana, o Itaú disse em nota que o processo aprovação do negócio está dentro do prazo previsto, já que operações de tamanha grandeza são mesmo complexas.

“Reforçamos a confiança de que o Banco Central está cumprindo com rigor seu papel ao avaliar de maneira criteriosa a negociação, como o fez em outras operações a ele submetidas pelo Itaú Unibanco em situações passadas”, diz a nota.

[box type=”info” align=”” class=”” width=””]Em maio de 2017, o Itaú Unibanco comunicou a compra de 49,9% da XP Investimentos. O valor da negociação foi de R$ 6,257 bilhões. No mês de março deste ano, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou o negócio, porém, com a condição de que o Itaú não interfira na gestão da XP.[/box]

A previsão é de que pelos próximos anos, o Itaú Unibanco detenha até 75% da XP Investimentos. Ainda de acordo com o firmado com o Cade, se nesse tempo o Itaú decidir assumir o controle da corretora XP, o órgão deverá ser novamente comunicado para que a operação seja reavaliada.

Pensando em investir?

Comece pelo teste de perfil. Você pode descobrir o seu perfil de investidor, de graça, aqui no nosso site.

[banner id=”teste-perfil”]