Como participar de um IPO de fundo imobiliário?

Carla Carvalho
Graduada em Ciências Contábeis pela UFRGS, pós-graduada em Finanças pela UNISINOS/RS. Experiência de 17 anos no mercado financeiro, produtora de conteúdo de finanças e economia.

Crédito: Redação EQI (divulgação)

O IPO de fundo imobiliário (FII) é o momento no qual são lançadas as cotas desse fundo no mercado de capitais. Se você se interessa por fundos imobiliários e deseja saber mais a respeito, continue a leitura e saiba como participar da oferta inicial desses ativos!

IPO de fundo imobiliário: como funciona?

O IPO (sigla para Initial Public Offering) acontece quando uma empresa ou um fundo imobiliário disponibilizam, pela primeira vez, parte de seu capital social ou cotas ao mercado.

Praticidade e precisão, saiba quais melhores investimentos e como melhorar rentabilidade de suas ações

Primeiramente, é feito um prospecto para conquistar investidores e conseguir os recursos para financiar a abertura de capital. Após a liquidação, as ações ou cotas passam a ser negociadas na bolsa de valores.

Normalmente, quando um FII decide emitir cotas, ele já sabe ao certo qual será o destino dos recursos captados. Dessa forma, o prospecto acaba sendo bem minucioso, com todo o detalhamento dos ativos que irão compor o patrimônio do fundo. Outra informação que o prospecto traz são as estimativas de rentabilidade do investimento.

Formas de investir em um fundo imobiliário

Depois que os investidores decidem quanto irão investir, o fundo fecha para captação. Quando isso acontece, a forma de adquirir cotas desse FII passa a ser pelo mercado secundário.

No entanto, da mesma forma que acontece com as ações, também é possível investir em um fundo imobiliário por meio de um follow-on. Isso porque, depois de emitidas as cotas, é bastante comum os fundos decidirem que precisam de mais recursos. Isso pode acontecer, por exemplo, quando o gestor encontra boas oportunidades de ativos no mercado, ou para projetos de expansão previstos para os próprios ativos do FII.

Qual a vantagem de participar de um IPO de Fundos Imobiliários?

Para o investidor, a principal vantagem é acompanhar o fundo desde o início do seu histórico. Quando bem escolhido, o FII tem grandes chances de proporcionar bons rendimentos, tanto pela valorização das cotas quanto pela distribuição de dividendos.

Para realizar uma boa escolha, é preciso analisar alguns fatores relevantes. Um deles é a destinação dos recursos a serem captados pelo fundo.

Se for um fundo de tijolo, é importante saber onde serão construídos os imóveis e a qual o segmento que eles se destinam. Além disso, deve-se verificar qual o destino a ser dado aos imóveis (se serão locados, vendidos). Tudo isso deve estar descrito no prospecto do fundo imobiliário.

E como participar de um IPO de FIIs?

Existem diversos requisitos para que se possa participar de um IPO de Fundos Imobiliários. Um deles é a necessidade de garantia para que a reserva seja efetivada.

Por exemplo, para que se possa fazer uma reserva de cotas n valor de R$ 10 mil, o investidor deverá ter esse recurso na conta ou em aplicações que garantam a reserva. No entanto, o primeiro passo para participar dessas negociações é ter conta em uma corretora.

No vídeo abaixo, você poderá encontrar informações detalhadas sobre como participar da oferta inicial de um FII. Além disso, conhecerá as vantagens de adquirir esses ativos com aEQI Investimentos. Quer saber mais a respeito? Então, confira as orientações de nossos especialistas!