Como investir na Bolsa de Valores via XP Investimentos

Késia Rodrigues
Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por tecnologia, investimentos e viagens.
1

Crédito: Crédito da imagem: Gazeta do Povo.

Investir na Bolsa de Valores, ainda, é um grande mistério para milhares de investidores. Isso porque se por um lado existe uma expectativa de se obter excelentes resultados, por outro, existe um grande risco envolvido.

Essa é, inclusive, uma das principais regras do mundo dos investimentos: quanto maior o risco, maiores as possibilidades de lucros. É por isso, por exemplo, que a poupança rende tão pouco, uma vez que nela o risco é quase zero.

Se você possui um perfil mais ousado e deseja começar a investir na Bolsa de Valores, saiba que a XP Investimentos possui uma vasta experiência nesse mercado. Para você ter uma ideia, a cada R$ 10 investidos na Bolsa de Valores, atualmente, R$ 1 passa pela intermediação da XP.

Além disso, a XP Investimentos possui uma série de outras vantagens para quem deseja operar na Bolsa de Valores que serão mostradas ao longo deste artigo.

Então, continue a leitura para saber como investir na Bolsa de Valores via XP Investimentos de uma maneira simples e descomplicada.

Crédito da imagem: Gazeta do Povo.

O que é e como funciona a Bolsa de Valores

A Bolsa de Valores funciona como uma espécie de lugar em que as empresas e os investidores se encontram para negociar ações e outros ativos.

O principal papel de uma Bolsa de Valores é garantir que essas operações sejam feitas com segurança, eficiência e de uma forma justa para ambas as partes.

Dessa forma, empresas de todos os portes podem fazer o uso da Bolsa de Valores para captar recursos e, assim, crescer e aumentar a sua participação no mercado.

Enquanto isso, o investidor, seja ele pequeno ou grande, também se beneficia do crescimento dessas empresas por meio da compra e venda de ações que podem gerar lucros.

É por isso que muitos especialistas defendem que a Bolsa de Valores é um lugar em que os investidores podem “sonhar grande”, ou seja, também podem se tornar sócios de principais empresas do país como a Petrobras, o Itaú, a Vale, dentre outras.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rawpixel

Aquela antiga visão que as pessoas tinham da Bolsa de Valores ser um lugar repleto de pessoas gritando e com seus telefones em mãos já ficou no passado. Hoje em dia, todas as operações feitas na Bolsa são eletrônicas, ou seja, tudo se tornou mais ágil para todas as partes.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

No Brasil, a principal Bolsa de Valores é a B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), que é oriunda da antiga BM&F Bovespa. Hoje, a B3 está entre as Bolsas mais valorizadas de todo o mundo e seu patrimônio gira em torno de US$ 13 bilhões.

O horário de funcionamento da B3 para negociações é das 9h às 18h nos dias úteis.

O que você deve saber antes de investir na Bolsa de Valores

Se você está interessado em começar a investir na Bolsa de Valores, saiba que é necessário tomar algumas providências antes disso.

O primeiro e mais importante passo é abrir uma conta em uma corretora de valores, isso porque você não pode investir na Bolsa sem a intermediação de uma dessas instituições financeiras.

A XP Investimentos conta com uma estrutura completa para quem deseja investir na Bolsa de Valores.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By Rawpixel

Na corretora, além dos recursos tecnológicos como o Home Broker XP, a aplicação desktop XP Pro e o aplicativo mobile, você também conta com o auxílio de uma equipe especializada no mercado financeiro, o que é essencial para minimizar os riscos que envolvem esse mercado.

E por falar em risco, aqui cabe uma ponderação importante: investir na Bolsa de Valores pode ser bastante arriscado, principalmente por se tratar de um mercado bastante volátil.

Isso significa que em um único dia você pode auferir um bom lucro sobre o patrimônio investido, mas, também, pode amargar uma grande perda.

Por esse motivo é que se faz importante conhecer o seu perfil de investidor antes de começar a fazer investimentos na Bolsa de Valores. Esse teste mostrará, dentre outros fatores, a sua tolerância ao risco que, para esse tipo de investimento, deve ser mais alta.

Assim, para ganhar dinheiro na Bolsa de Valores, o investidor deve, antes de mais nada, desenvolver suas estratégias para reduzir os riscos que envolvem o mercado de ações que, como dissemos, anteriormente, é bastante volátil.

Essas estratégias, por sua vez, são desenvolvidas com o tempo e requerem do investidor um bom tempo gasto em estudo e análises dos cenários econômico e político do país. Ou seja, para ter os melhores resultados na Bolsa de Valores é necessário esforço e dedicação de sua parte.

Existe um valor mínimo para se investir na Bolsa de Valores?

Esta é uma das dúvidas mais comuns entre os investidores iniciantes e a boa notícia é que não há um valor mínimo para quem deseja começar a investir na Bolsa de Valores.

Ou seja, mesmo que você tenha pouco dinheiro para investir, também poderá adquirir ações e começar a operar na Bolsa de Valores.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By stevanovicigor

No entanto, vale lembrar que o preço de cada ação varia de acordo com as expectativas do mercado e alguns fatores específicos, tais como:

  •  A política e a economia do país;
  •  As tensões entre países no estrangeiro;
  •  Dados da economia internacional;
  •  Relações do Brasil com outros países;
  •  Fluxo de capital estrangeiro no Brasil;
  •  Resultados apurados pelas empresas;
  •  Grau de endividamento das empresas;
  •  Posicionamento das empresas em seu setor; e
  •  Desenvolvimento da área de atuação da empresa.

Além dos fatores citados, muitos outros podem influenciar no movimento de valorização e desvalorização das ações de uma empresa na Bolsa de Valores. Por esse motivo, é importante que sempre ter atenção às notícias e ao que acontece com a empresa na qual se deseja investir.

Como investir na Bolsa de Valores via XP Investimentos

Investir em ações por meio da XP Investimentos é muito simples. Na corretora, além de contar com diversas soluções tecnológicas para realizar suas operações na Bolsa, você também conta com o apoio de uma equipe especializada e com toda a experiência de uma das maiores corretoras do país.

Assim, para começar a investir na Bolsa de Valores via XP Investimentos, o primeiro passo é abrir a sua conta na corretora e transferir dinheiro do seu banco para a conta aberta na XP Investimentos.

A abertura de conta na XP Investimentos é muito simples e leva apenas alguns minutos, conforme você pode acompanhar no passo a passo mostrado neste vídeo:

[youtube embed=”hnRZUKcBJFg”]

Após a abertura de sua conta, você já poderá começar a realizar transações na Bolsa de Valores, escolhendo ações das principais companhias brasileiras por meio do Home Broker da XP Investimentos.

Essa é uma ferramenta completa e cheia de recursos tecnológicos que permitem uma série de análises acerca dos movimentos do mercado. Além disso, no Home Broker da XP Investimentos você pode realizar suas transações de compra e venda com rapidez e segurança.

Como funciona o Home Broker da XP Investimentos

Utilizar o Home Broker pode ser algo difícil para investidores iniciantes, entretanto, não é algo impossível.

O ideal para quem nunca fez o uso dessa ferramenta é estudar bastante sobre ela, pois o contato com o Home Broker para a maioria das pessoas que investem em ações é quase que diário.

Pensando nisso, recomendamos que você assista o vídeo a seguir, que mostra o funcionamento e o processo de configuração de algumas das principais funcionalidades do Home Broker da XP Investimentos:

[youtube embed=”iUZV8ILLXE4″]

Caso reste alguma dúvida, recomendamos que você entre em contato com o seu assessor de investimentos, pois é a pessoa qualificada para dar o suporte necessário na realização de transações via Home Broker.

Existe algum custo para esse tipo de operação?

Os investimentos na Bolsa de Valores possuem alguns custos operacionais envolvidos e isso deve ser levado em consideração em sua análise antes de começar a investir nesse mercado.

Isso porque, em alguns casos, principalmente em investimentos mais baixos, os custos operacionais podem até inviabilizar o lucro obtido nas operações.

É por esse motivo que se faz importante procurar uma corretora que trabalhe com as melhores taxas de corretagem, que é o principal custo para quem deseja investir na Bolsa de Valores.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By dolgachov

O investidor também pode ter que pagar a chamada taxa de custódia, que é cobrada pela própria Bolsa pela guarda dos ativos que permanecem na carteira do investidor por mais de um dia.

Na XP Investimentos, por exemplo, a taxa de custódia é zero, independentemente do valor investido ou do volume de operações que você faz por dia.

Há, também, outros custos que devem ser considerados antes de se investir na Bolsa de Valores. Um deles é a chamada taxa de emolumentos, que também é cobrada pela própria Bolsa de Valores e representa um valor proporcional ao valor da compra e venda de ações.

Por fim, o investidor também deve considerar o Imposto de Renda, que pode ser cobrado em uma alíquota de 15% a 20%, dependendo do prazo em que o seu dinheiro permaneceu investido.

Neste caso, os lucros e prejuízos precisas ser declarados mensalmente. Além disso, caso você tenha perdas, estas podem ser deduzidas do imposto a ser pago.

Conclusão

Como você pôde perceber ao longo deste artigo, investir na Bolsa de Valores via XP Investimentos é algo que está acessível para todos os investidores, independentemente do seu patrimônio e da quantidade de dinheiro que desejam investir.

Crédito da imagem: Banco de Imagens EnvatoElements/By nexusplexus

Investir em ações pode ser algo bastante lucrativo, mas também pode ser algo muito arriscado. É por esse motivo que os especialistas em investimentos recomendam fortemente a diversificação de investimentos.

Dessa forma, você poderá garantir parte do seu patrimônio caso tenha alguma perda com as ações de uma determinada empresa.

Além de diversificar as ações adquiridas, também é importante que você diversifique os tipos de investimentos que realiza. Ter uma parte do seu patrimônio investido em renda fixa, por exemplo, pode ser útil para compensar eventuais perdas no mercado de renda variável.

O que fazer agora

O primeiro passo sempre será conhecer seus limites, sua tolerância a risco. Não entender seus próprios limites pode levá-lo a tomar as piores decisões com seus investimentos.

Por este motivo, sugerimos que todo investidor - experiente ou iniciante - conheça seu perfil. Se busca obter ganhos mais altos aceitando certa volatilidade ou se prefere maior segurança com retornos garantidos.

Entender mais profundamente o seu perfil como investidor e seus objetivos quanto a prazos de investimentos é uma tarefa um pouco mais sofisticada. É preciso considerar histórico como investidor, fatores pessoais e até profissionais que um teste da internet não considera.

Nossa equipe pode te ajudar a avaliar seu perfil de investidor.

O primeiro passo é uma conversa de 5 a 10 minutos com um membro da nossa equipe para levantar as primeiras informações e então agendar a conversa com um especialista no mercado de Investimentos.

É ele quem vai se aprofundar no seu histórico como investidor, seu momento de vida, seus planos futuros e então te indicar para produtos recomendados para seu perfil de investidor.

Confirme seus dados no formulário abaixo e nossa equipe vai entrar em contato com você para fazer a avaliação de seu perfil de investidor e bater com sua atual carteira de investimentos.