Como identificar os melhores fundos imobiliários

Felipe Santos Diogo
Economista - Especialista em investimentos (CEA®)
1

Crédito: Reprodução / Canva - Prédios

Como identificar os melhores fundos imobiliários
Afim de diversificar a carteira e aproveitar as oportunidades do mercado, muitos investidores estão alocando seus recursos em Fundos Imobiliários ou os famosos FII’s.
Então vou te explicar como selecionar os melhores FIIs para sua carteira, afim de manter uma boa rentabilidade com risco controlado.
Apesar da importância em entender a fundo a carteira do fundo que você está disposto a investir, vou explicar de forma bem sucinta.
Neste post sobre os FIIs você pode encontrar informações mais detalhadas: https://www.euqueroinvestir.com/5-coisas-que-preciso-saber-antes-de-comecar-a-usar-fundos-imobiliarios/
De forma geral, fundos imobiliários são ativos negociados no mercado financeiro cujo lastro está em bens imóveis.
Portanto ao comprar a cota de um FII você passa a ser sócio proprietário de uma parcela daqueles imóveis que estão em carteira.
Por isso você recebe os resultados de aluguéis e vendas desses imóveis.

  • Métodos de identificar os melhores fundos imobiliários

Assim como todo ativo financeiro, existem momentos em que um determinado FII pode ser mais atrativo do que outro.
Isso acontece devido às oscilações do mercado e as provisões dos investidores em relação a carteira daquele fundo.
Aqui vou te mostrar duas maneiras práticas de identificar um bom Fundo Imobiliário.

 1- Valor da cota / Valor Patrimonial por Cota;

Nesta análise nós devemos dividir o valor atual da cota do fundo pelo valor patrimonial por cota deste mesmo fundo.
Para um resultado superior a 1, significa que o fundo está sendo negociado acima do seu valor patrimonial, portanto podemos dizer que está “caro”.
Já um resultado inferior a 1, pode ser que o fundo esteja barato, no momento.

 2- Dividend Yield ou retorno por cota;

Ainda que os resultados passados não sejam garantia de retorno futuro.
Fundos que pagam boas taxas de retorno por cota tendem a demonstrar melhor gestão e maior probabilidade de retornos positivos.
É necessário que o investidor tenha por si próprio um percentual aceitável de dividend yield para comprar um determinado FII.
Para a maioria dos investidores, taxas acima de 6,5% ao ano são atrativas, enquanto valores menores podem desencorajar a aquisição do ativo.
  • Outras variáveis na seleção de um fundo imobiliário

Em suma cada investidor deverá ter seus próprios critérios para aquisição de um FII.
Saber se a carteira do fundo é de tijolo, papel ou FOF, também é extremamente importante na tomada de decisão.
Consulte um assessor de investimentos, ele te dará toda a informação necessário para que você escolha o melhor investimento.