Como as fintechs vêm revolucionando o mercado brasileiro

Felipe Moreira
Felipe Moreira é Graduado em Administração de empresas e pós-graduado em Mercado de Capitais e Derivativos pela PUC - Minas, com mais de 6 anos de vivência no mercado financeiro e de capitais. Apaixonado por educação financeira e investimentos.
1

Foto: Freepik

Fintechs são empresas disruptivas com foco em inovação financeira. Por isso, a junção da palavra financeira (“fin” de finance) com tecnologia (“tech” de tecnologia). Nasceram da necessidade de acompanhar as mudanças na tecnologia, na economia e no estilo de vida dos indivíduos. Elas se popularizaram porque os modelos tradicionais já não atendiam satisfatoriamente os usuários.

Assim, a transformação digital na oferta de serviços bancários era inevitável. Observamos grandes modificações no sistema de pagamento brasileiro e na prestação de atendimento realizados pelas fintechs.

O atendimento diferenciado e mais prático passou ser a experiência do cliente. Hoje em dia as plataformas financeiras buscam solucionar e engajar o usuário. Não se trata apenas de entregar um produto enlato para o consumidor. As fintechs vêm revolucionando o mercado financeiro apresentando serviços melhores e mais baratos que os grandes bancos.

Revolução do mercado financeiro

Nos últimos anos a tecnologia mudou, como se sabe, completamente as interações humanas. Vimos o crescimento exponencial das vendas pela internet, banda larga, big data, smartphones, rede sociais, entre outros. Logo, o mercado financeiro não podia ficar de fora.

Impacto na vida do brasileiro

As fintechs mudaram totalmente a relação dos brasileiros com o dinheiro. Começando pelo fato de eles não precisarem ir mais até a agência bancária e preencher diversos formulários para abertura de conta. Por meio das fintechs o processo de abertura pode ser executado pelo celular.

Essas empresas tornaram serviços bancários mais rápidos e eficientes.

Existe ainda o baixo custo associado ao uso desse tipo de serviço. Como resultado, o brasileiro parou de pagar várias tarifas bancárias exigidas nos grandes bancos.

Conheça agora opções para o investidor brasileiro.

Guiabolso

É um aplicativo de finanças pessoais que sincroniza todas suas contas bancárias em uma única tela. Além disso, fornece relatórios sobre gastos em diferentes categorias.

Portanto, através dessa fintech qualquer pessoa consegue identificar os pontos de atenção em seu orçamento doméstico.

Nubank

É a principal startup do país de serviços digitais. No Nubank é possível encontrar a maioria dos serviços de um banco tradicional só que de graça.

A empresa oferece transferências bancárias, empréstimos, cartões de crédito e débito, sem falar da conta remunerada. O dinheiro parado em conta rende 100% do CDI, ou seja, é uma aplicação melhor que a poupança. EM 2018, por exemplo, o CDI remunerou uma taxa de 6,4%, Em 2019, a taxa gira em torno de 0,52% ao mês. A poupança, só para comparar, rendeu 4,55% ao ano. Em 2019, a aplicação teve média mensal de 0,35%.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Banco Inter

O Banco mineiro apostou alto na transformação digital e vem crescendo exponencialmente em todas as frentes. Seja na prestação de serviços ou na área de investimentos.

No Inter é possível encontrar opções de investimentos para todos os perfis. Isso acontece porque o grupo Inter além do banco digital possui corretora e seguradora. Desta forma, consegue oferecer soluções melhores e mais rentáveis em uma única plataforma.

 

LEIA MAIS:

Tesouro Nacional realiza captação de recursos no exterior

Em meio à crise, governo anuncia pacote de reformas

 

Se considera um investidor conservador? Então você está em risco de extinção!

O cenário econômico virou do avesso e o país já não é mais o mesmo.

As taxas de juros caíram à níveis jamais vistos no Brasil desde o final do governo Militar (imagem abaixo) e levaram os rendimentos de Renda Fixa para próximo de Zero (ou negativos no caso da poupança).

Italian Trulli

A nova equipe econômica está incentivando novos investimentos no país, e com isso já não é mais possível ganhar dinheiro confortavelmente na poupança e em CDBs comuns. Por isso, estamos declarando a Extinção do Investidor Conservador.

Se você faz parte dessa espécie de investidor que está em risco de extinção, confirme seus dados no formulário abaixo e fale com nossa equipe. Vamos te ajudar, sem dor e sem custo.