Cogna, Ourofino, Dasa, Mitre e Totvs deram mais geração de valor a acionistas

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: B3/Divulgação

Na semana em que o Ibovespa superou novamente a marca dos 100 mil pontos, a consultoria Mz Insight relacionou, entre 3 e 10 de julho, as empresas que mais deram geração de valor aos acionistas.

“Houve realização de lucros pela valorização nas últimas três semanas consecutivas e com especulação quanto a uma eventual segunda onda de Covid-19”, lembra a consultoria.

Eis as empresas que figuraram entre as top 10 dos destaques positivos de geração de valor:  Cogna (COGN3), Ourofino (OFSA3), Dasa (DASA3), Mitre (MTRE3) e Totvs (TOTS3).

Participe do maior evento de investimentos da América Latina

Segundo a Mz Insight, essas ações tiveram grande redução dos respectivos gaps de Valor iQ (GViQ), ou seja, tiveram mais geração de valor aos seus acionistas.

 

Maiores crescimentos

“Em termos de Índice de Valor iQ (IViQ), Moura Dubeux, Cogna, Wilson Sons e C&A cresceram significativamente em relação aos pares”, diz a consultoria.

Os crescimentos foram da seguinte ordem: Moura Dubeux (+78%), Cogna (+54%), Wilson Sons (+40%) e C&A (+38%)

Em termos de crescimento do market cap os destaques foram: RNI (+37%), Moura Dubeux (+31%), Cogna (+20%) e Wilson Sons (+17%).

Na semana o Ibov cresceu +3,4%. O real ficou estável em relação ao dólar (R$ 5,33) e o Índice de Volatilidade (VIX) reduziu 1,4%.

 

Mais de 20 IPOs pela frente

Cinco novas companhias passaram a integrar a análise semanal, aumentando o número de companhias para 170: Aura Minerals (que precificou seu IPO com bastante sucesso), Alper Seguros, Comgás, Eucatex e Unipar Carbocloro.

Outras três empresas devem precificar suas ofertas de ações ainda em julho. A constultoria espera ainda mais de 20 IPOs na janela do 2T20, que se encerra em 30/10.

Por fim, o gráfico radar posiciona as 170 empresas agrupadas em 23 setores. As companhias-estrela, que possuem o maior Índice de Valor iQ (IViQ), encontram-se na linha de 100% do seu market cap potencial para 3/7. As demais companhias estão localizadas em suas respectivas percentagens potenciais de seus market caps.

Assim, nessa semana, JHSF, Multiplan, Dasa, Comgás, B2W Digital, Aura Minerals, Ecorodovias e Ourofino assumiram a posição de empresa-estrela nos respectivos segmentos.

Gráfico radar da MZ Insight para 3 a 10 de julho 2020

 

Setores que ganharam ou perderam

Os segmentos que mais ganharam do Ibov (+3,4%) nessa semana foram Educação (+7,5pp), Real Estate Econômico (+7,2pp), Properties & Shoppings (+3,5pp) e Varejo & Consumo (+3,4pp)

Os que mais sofreram foram Concessões & Estacionamento (-4,3pp), Telecomunicações (-4,1pp), Papel & Celulose (-4,0pp) e Seguros (-3,8pp).

Assim, o comportamento das companhias em termos de adição ou perda de valor aos acionistas fica evidenciado nos indicadores IViQ e GViQ (que expurgam os movimentos gerais de alta e baixa no preços das ações).

 

Os setores que se destacaram nesse período de 3 a 10 de julho foram:

1) Educação: a Ânima continuou na liderança desse segmento com o maior IViQ (12,17) em 10/7, um acréscimo de +0,5% em relação a 3/7, enquanto seu market cap cresceu +0,3% (para R$2,9 bilhões), aquém -3,1pp em relação a evolução do Ibov (+3,4%). Assim, todas as demais empresas desse segmento superaram a Ânima em adição de valor aos acionistas, e reduziram os respectivos GViQ em relação à empresa-estrela, com as diminuições mais relevantes para Cogna (30,0pp) e Ser Educacional (5,8pp).

2) Tecnologia: a Locaweb manteve-se na liderança desse segmento com o maior IViQ (71,97) em 10/7, uma redução de -22,4% em relação a 3/10, enquanto seu market cap cresceu +0,1% (para R$6,0 bilhões), aquém -3,3pp em relação a evolução do Ibov (+3,4%). Assim, todas as demais empresas desse segmento superaram a Locaweb em adição de valor aos acionistas, e reduziram os respectivos GViQ em relação à empresa-estrela, com as diminuições mais relevantes para Sinqia (21,8pp), Totvs (12,9pp) e Linx (11,3pp).

3) Alimentos & Bebidas: a M.DiasBranco manteve-se na liderança desse segmento com o maior IViQ (17,00) em 10/7, uma redução de -4,7% em relação a 3/7, enquanto seu market cap cresceu +0,7% (para R$13,8 bilhões), aquém -2,7pp em relação a evolução do Ibov (+3,4%). Assim, todas as demais empresas desse segmento ganharam da M.DiasBranco em adição de valor aos acionistas, e reduziram os respectivos GViQ em relação à empresa-estrela, com as diminuições mais relevantes para Ambev (8,2pp), Marfrig (3,5pp) e JBS (2,1pp).

Confira aqui os dados da semana anterior.