Cogna (COGN3) reverte lucro em prejuízo de R$ 162 milhões no 3TRI20

Redação EuQueroInvestir
Colaborador do Torcedores
1

Crédito: Cogna

A Cogna (COGN3) registrou prejuízo líquido de R$ 1,292 bilhão no terceiro trimestre de 2020, revertendo lucro de R$ 20 milhões no mesmo período do ano passado. O prejuízo líquido ajustado foi de R$ 162,884 milhões, contra lucro de R$ 134.959 milhões na mesma base de comparação.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) foi negativo em R$ 610,048 milhões, contra um Ebitda positivo de R$ 511,548 milhões no terceiro trimestre de 2019. O Ebitda recorrente registrou queda de 50,5%, somando R$ 229,268 milhões.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

A margem Ebitda passou de 33,7% para margem negativa de 48,6%.

Perto das 11h, as ações da companhia registravam alta de 2,18% na Bolsa, cotadsa a R$ 4,68.

Segundo a companhia, o prejuízo foi motivado pela queda do resultado operacional e a maior alavancagem financeira. Além disso, houve o reconhecimento de perda no valor recuperável de ativos (impairment) na unidade Saber e na divisão de outros negócios, além da baixa de imposto de renda diferido, lançamentos sem efeito caixa.

Já o recuo do Ebitda decorre da queda de receita e do aumento no volume de provisionamento no ensino superior, motivado pelos efeitos da pandemia.

Receita líquida

A receita líquida recuou 17%, e chegou a R$ 1,256 bilhão. Esse resultado se deve às pressões de receita no ensino superior, parcialmente compensada pelas vendas iniciais ao ciclo de 2021 do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD).

Resultado financeiro

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 178,939 milhões, contra resultado negativo de R$ 246,063 do mesmo período do ano passado. A melhora foi causada pela maior receita com juros sobre aplicações financeiras, devido às operações de capitalização. Em fevereiro, a empresa fez uma oferta subsequente e em julho, abertura de capital da Vasta. Esses fatores foram parcialmente compensados por maiores juros de arrendamento.

Na comparação com o segundo trimestre, o resultado financeiro teve uma melhora de 8%, refletindo basicamente, segundo a Cogna, a menor incidência de juros sobre empréstimos motivada pela redução da taxa básica de juros.

Kroton

A captação de alunos de ensino de graduação da Kroton teve queda de 2% frente ao segundo semestre de 2019, com o forte crescimento na captação do ensino digital, sendo compensada pela intensa queda na demanda por ensino presencial e às práticas comerciais mais sustentáveis adotadas pela companhia, com o foco em aumento de ticket e exclusão da oferta de parcelamento temporário (PMT) 100%.

Vasta

Com relação à Vasta, a vertical B2B de Educação Básica da Cogna, a receita de subscrição no ciclo comercial encerrado em setembro cresceu 18%, para R$ 692 milhões, 3% inferior ao valor de contrato anual (ACV) anunciado no começo do ano.

Até o dia 11 deste mês, a Vasta fechou contratos para o ano letivo 2021 que totalizam R$ 835 milhões, o que representa crescimento de 17% em relação ao montante registrado no ciclo comercial de 2020, ou 21% em relação à receita de subscrição registrada em 2020.

De acordo com a Cogna, esse crescimento comprova que, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas ao longo desse ano difícil, a Vasta conseguiu se diferenciar no mercado educacional se posicionando como uma plataforma com as melhores soluções acadêmicas e com uma interface digital que tem feito a diferença no ambiente virtual. “Adicionalmente, essa resiliência apresentada mesmo em um ambiente difícil reforça a sustentabilidade do negócio e o potencial que ainda se pode capturar nos próximos anos”, diz fato relevante divulgado nessa sexta-feira.

As receitas de subscrição concentram-se usualmente no final de um ano e início do ano subsequente para que as escolas parceiras possam se preparar para o início do ano letivo. Essa prévia de Valor de Contrato Anual (ACV) reflete os contratos vigentes, mas a campanha comercial da Vasta segue até meados de janeiro, oferecendo upside adicional para esse indicador, destacou a companhia.

A Cogna ressaltou ainda que a Vasta possui também outros componentes da receita não relacionados aos contratos contidos no ACV. Assim, isoladamente, o ACV não é suficiente para que se obtenha a receita total da Vasta.

Outros negócios

Em outros negócios, houve o início do reconhecimento das vendas para o ciclo 2021 do PNLD, cujo contrato totaliza 44,1 milhões de livros, todos para reposição de programas anteriores, um montante financeiro equivalente R$ 365 milhões.

Tá e aí?

Em análise divulgada na sexta-feira, o BB Investimentos avaliou que a Cogna apresentou resultados fracos do 3TRI20. Principalmente com impactados no ensino superior presencial, ou seja, na Kroton.

“Diante do exposto, e adotando cautela, decidimos manter nossa recomendação neutra, apesar do elevado potencial de valorização ao nosso preço-alvo, que está condicionado à entrega de melhores resultados ao longo de 2021”, diz o BB Investimentos. O preço-alvo é de R$ 7.

 

 

Leia Mais

Teste de impairment: para que serve e qual a sua importância?

Para participar da nova edição da Money Week, de 23 a 27 de novembro, inscreva-se

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3