Cogna (COGN3): conheça tudo sobre a empresa de educação

Ana Paula Schuster
Colaborador do Torcedores

Crédito: https://pixabay.com/pt/photos/aprenda-escola-computador-port%C3%A1til-4229622/

A Cogna (COGN3) tornou- se uma das maiores potências do Brasil no meio da educação. Assim, presente em mais de 10 estados é a nona maior do mundo. A Cogna disponibiliza segmentos desde a educação básica até a pós graduação

Descubra neste artigo, tudo sobre essa empresa que busca dominar o mercado brasileiro da educação.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Quem é a Cogna (COGN3)

A empresa atua na área da educação tanto presencial como online (EAD). Assim, é líder no seu ramo, antes era conhecida por Kroton, mas passou por reestruturação em 2019.

A Cogna adquiriu e se fundiu com empresas do ramo da educação como:

  • Unopar (Adquiriu a Universidade norte do Paraná)
  • Fusão com as faculdades Anhanguera

A Cogna (COGN3), transformou-se em quatro negócios. A marca Kroton foi mantida e atua no setor de educação B2C de ensino superior. Já a parte de B2B é coordenada pela Platos. Além disso, na parte do ensino básico o B2C ficou com a Saber e o B2B com a Vasta e Somos.

A Cogna está presente na bolsa com o ticket COGN3 e também no mercado de balcão (OTCQX) em Nova Iorque com o código COGNY.

Unidades da Cogna (COGN3)

A empresa está em 116 cidades no Brasil e conta com 176 unidades próprias. Além disso, em relação ao ensino a distância a Cogna possui 1.536 polos em cidades brasileiras. Então veja outros números da empresa e seus negócios:

Kroton

  • 292 mil Alunos presenciais ;
  • 552 mil Alunos Online;
  • 176 Unidades próprias;
  • 1536 Polos a distância.

Saber

  • 52 escolas próprias (com contrato de gestão) com 31 mil alunos;
  • 122 unidades Red Ballon com 22 mil alunos.

Platos

  • 7 mil alunos presenciais e 36 mil online.

Vasta

  • 4,2 mil escolas parceiras com 1,3 Mi de alunos de conteúdo principal;
  • 636 escolas com 231 mil alunos com conteúdo complementar.

Valorização da ação da Cogna (COGN3)

O valor da COGN3, no início do mês de fevereiro, estava com o valor de R$ 4,54. Porém, dia 26 de fevereiro, era vendida a R$ 3,80. Assim, teve uma desvalorização de 16,29%.

Já no ano de 2021, os valores iniciaram em R$ 4,70, então, para a mesma data, a desvalorização é de 19,14%.

Por fim, no acumulado dos últimos 12 meses, a desvalorização foi de 170%.

As ações mantiveram um patamar entre R$ 13 a R$ 11 no início de 2020. Porém, com a pandemia, a queda foi inevitável. Em julho, elas ensaiaram uma retomada batendo a cada dos R$ 9.

Mesmo adquirindo o sistema de ensino Eleva, junto com sua subsidiária Vasta, os resultados não foram positivos. E uma das explicações possível para a desvalorização do papel é o alto valor de alavancagem da Cogna.

Por fim, outro fator que pode justificar a atual posição é o último prejuízo apresentado no terceiro trimestre de 2020. O valor é de R$ 1,29 bilhões, o que é 183% a mais do apresentado no trimestre anterior (prejuízo de R$ 454,7 milhões).

Desempenho no último balanço da Cogna (COGN3)

O desempenho apresentado pela Cogna (COGN3) não foi nada satisfatórios. Contudo, a pandemia tem um grande peso nos resultados já que a perda de alunos foi iminente.

De acordo com os dados da Cogna, o prejuízo no 3T20 foi de R$ 1,29 Bilhões, seguidos de:

  • Lucro Líquido: -1,29 Bi
  • Margem Ebitda: 18,3%
  • Resultado Bruto: 55,8%
  • Margem Líquida 102,8%

Confira outros resultados operacionais dos negócios da Cogna (COGN3):

Kroton

A Kroton teve uma redução no número de alunos de 1,5% no balanço de 3T20 comparado ao mesmo período de 2019. De acordo com relatório, essa diminuição teve o motivo do crescimento do presencial.

Platos

O crescimento da Platos foi de 13,2%. Então, o crescimento de 28% na pós-graduação digital foi o que influenciou esses números. 

Saber

Se a Platos teve crescimento, o grupo Saber já não apresentou bons números e teve uma perda de 13%. 

Isso tudo porque o foco é na educação infantil e anos iniciais do fundamental, que sofreu com o atual momento do país. Além disso, houve encerramento de gestão de dois contratos.

Vasta

A vasta também apresentou queda de 13% em seus resultados pelo mesmos motivos da Saber.

Resultados financeiros da Cogna (COGN3) no 3T20

A receita atingida pela Cogna no 3T20 foi de R$ 1,2 Bi. Em comparação ao 3T19, significa que houve uma queda de 171%. Então, veja outros números apresentados no relatório:

  • Lucro Bruto: R$ 701 Mi ( -16,5% em relação a 3T19);
  • Custo de serviços: R$ 555,1 milhões, redução de 18%;
  • Ebitda: R$ 229,3, retração de 50,5%;
  • Margem Ebitda: 18,3%, redução de 12,3%;
  • Prejuízo Líquido de R$ 1,29 Bi, um crescimento de 185,6%.

Por fim, os indicadores do endividamento de dívida bruta / patrimônio é de 67,9%

Estratégia da empresa Cogna (COGN3)

De acordo com a Cogna (COGN3), a sua estratégia para seus negócios é o seguinte:

“Aumentar a rentabilidade de forma consistente, priorizando segmentos e modelos de negócio asset light, com maior potencial de crescimento e maior ROIC.”

Para cada empresa apresenta as seguintes estratégias:

Kroton:

  • Ser presencial em apenas cursos de alto LTV como medicina, direito, engenharias ou saúde.
  • Ter o crescimento acelerado no EAD;
  • Oportunidade com o crescimento da medicina e medicina adjacentes.

Vasta Educação

  • Desejam um crescimento orgânico acelerado 
  • Adquirir sistemas de educação e startup de conteúdo complementar

Platos

  • Visa o crescimento da Kroton e clientes externos
  • Adquirir empresas que ofereçam pós-graduação.
  • Foco na pós-graduação digital

Saber

  • Venda de escolas para Eleva
  • Utilizar dos benefícios das escolas do mercado K12

O foco do investimento em Startup e o crescimento orgânico são objetivos da Cogna (COGN3).

Como foi o desempenho da Cogna (COGN3) na crise

A Cogna é o 5º maior sistema de ensino do País e possui visão de um maior crescimento, buscando ser a maior do país. Porém, o desempenho da Cogna não foi nada satisfatório, além da perda de muitos alunos, cerca de 13%.

Além disso, apresentou um prejuízo no 3T20 de R$ 1,29 Bi. Então, esses números estão diretamente ligados à baixa contábeis que somam R$ 831,1Mi.

A redução no número de alunos e do preço do ticket médio no ensino presencial fizeram com que a receita líquida diminuísse em 17.1%. Assim, ficando na casa dos R$ 1,25 Bi.

Outros números que afetaram na baixa contábil foi o de descontos de pontualidade, cerca de R$ 8 milhões. Por fim, o isolamento social prejudicou e muito a Cogna (COGN3), foram muitos cancelamentos, evasões, atrasos e inadimplências.

Origem e história da Cogna (COGN3)

A sua história se inicia no ano de 1966 com a criação de um curso pré-vestibular que se chamava Pitágoras. Assim, sua sede, que era em Belo Horizonte(MG), conquistou 600 alunos em 2 anos.

Possui mais de 70 anos de existência. Assim, é uma das maiores no setor de educação privada do país. Além disso, é a nona maior empresa do mundo no setor da educação e está em todos os setores da educação, desde o nível básico até a pós-graduação.

A Cogna também exporta livros e revista, para o atacado ou varejo. Entretanto, também possui um setor de licenciamento de marcas e produtos pedagógicos. As marcas utilizadas em suas operações são:

  • Pitágoras
  • Unic
  • Unopar
  • Unime
  • Ceama
  • Unirodon
  • Fais, Fama e União

A Cogna está presente em 10 estados brasileiros, além de parceria com 5 escolas no Japão e 1 escola no Canadá. Por fim, a empresa adquiriu uma de suas maiores rivais, a Anhanguera. Além disso tentou comprar a Estácio mas o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) não permitiu e alegou que haveria formação de monopólio.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.