Cogna (COGN3) aprova aumento de capital; Inepar (INEP4) converte debêntures em ações

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução / Cogna

A Cogna Educação (COGN3) aprovou nesta terça-feira (7) aumento do capital social de R$ 4,528 bilhões para R$ 4,978 bilhões, o que significa R$ 450 milhões.

A operação acontece mediante a emissão de 450 milhões de novas ações ordinárias, com preço de emissão total de R$ 1,00.

Dessas, 372 milhões totalmente subscritas e integralizadas pela própria Cogna e 78 milhões totalmente subscritas e integralizadas pela Editora e Distribuidora Educacional, “com a renúncia expressa da Orme Serviços Educacionais de todo e qualquer direito de preferência que pudesse ter com relação a referidas novas ações”.

Inepar (INEP4) converte debêntures em ações e capital social atinge R$ 429 mi

A Inepar (INEP4) comunicou o aumento do capital social no valor total de R$ 13,986 milhões, representativos de 197.696 novas ações ordinárias, decorrentes da conversão de 13.986.079 debêntures perpétuas, sendo 13.985.651 da 10ª emissão, da 1ª série, 428 da 11ª emissão, da 1ª série.

A Inepar informa que cada debênture da 10ª emissão foi convertida à razão de 0,0141299865 ações ordinárias, enquanto cada debênture da 11ª emissão foi convertida à razão de 0,1923076923 ações ordinárias, “sendo em ambos casos desprezadas as frações, se houver”.

Assim, o capital social da companhia passou de R$ 415,109 milhões para R$ 429,095 milhões.

Antes, o capital era representado por 8.006.284 ações, sendo 4.849.476 ordinárias e 3.156.808 preferenciais.

Agora, é representado por 8.203.980, sendo 5.047.172 ordinárias e 3.156.808 preferenciais.

A Inepar atua nas áreas de construção de equipamentos de energia e telecomunicações.

Suas ações fecharam a terça-feira (7) com menos 2,65%, valendo R$ 6,99.