CNI afirma que atividade industrial segue elevada em abril

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Governo do Espírito Santo/Divulgação

A atividade industrial continua elevada no Brasil, conforme dados dos Indicadores Industriais divulgados nesta sexta-feira (11) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Ao comentar o indicador, o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, lembrou que o emprego continua aumentando. “São nove meses de alta no emprego industrial no Brasil. A massa salarial e o rendimento médio para os trabalhadores também aumentaram na passagem de março para abril de 2021”.

De acordo com Azevedo, “apenas o faturamento mostrou queda na comparação do período da pesquisa, mas isso já oscila há alguns meses”.

Aprenda hoje a investir em Small Caps e encontre as oportunidades escondidas na Bolsa.

A avaliação é de que a atividade industrial persistentemente alta reflete a busca pela recomposição de estoques. “Todo esse movimento, com utilização da capacidade instalada elevada e crescimento constante no emprego, é resultado do rápido crescimento do segundo semestre do ano passado e da resiliência na indústria nos primeiros meses do ano”.

Resultados após a segunda onda de Covid-19

Conforme a CNI, os Indicadores Industriais mostram que a indústria reagiu positivamente no auge da segunda onda de Covid-19.

A segunda onda ocorreu por volta da virada de março para abril. As horas trabalhadas na produção cresceram 0,7% em abril, após alta de 1,1% no mês anterior.

A entidade empresarial afirma que a utilização da capacidade instalada continuou elevada. O item ficou acima de 80% pelo segundo mês consecutivo. Em abril, ficou em 82,3% (dado dessazonalizado). Mas, apesar da melhora na atividade, o faturamento real da indústria de transformação recuou 1,3% no período.

As horas trabalhadas na produção aumentaram 0,7% em abril de 2021, após alta de 1,1% em março. Na comparação com abril de 2020, as horas aumentam 35,1%. De acordo com a CNI, naquele mês a atividade industrial se reduziu significativamente por conta da pandemia.

O rendimento médio real também cresceu pelo segundo mês consecutivo, ainda que de forma mais moderada (alta de 0,2%). O rendimento médio segue inferior ao registrado em fevereiro de 2020, antes da pandemia.

O emprego cresceu 0,3%, em abril, comparado com o mês anterior. Em relação a abril de 2020, o crescimento chegou a 4,2%.