CNC registra queda na confiança do empresário do comércio em fevereiro

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

Crédito: Reprodução/Pixabay.

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio foi divulgado nesta quarta-feira (24) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com a CNC, o índice recuou 1,5% na passagem de janeiro para fevereiro deste ano. Esta é a segunda queda consecutiva do indicador. Na comparação com fevereiro de 2020, a queda chegou a 18,5%.

Na comparação com janeiro, a avaliação das condições atuais teve queda de 3,1%. O recuo é devido, principalmente, à opinião dos empresários sobre o momento atual da economia (-4,8%).

Abra agora sua conta na EQI Investimentos e tenha acesso a opções de investimentos de acordo com seu perfil. Invista em suas Escolhas

As expectativas do empresário em relação ao próximo mês caíram 1,6%. Conforme os resultados, o resultado é por conta da confiança no setor do comércio como um todo (-1,9%). As intenções de investimento também recuaram (-0,2%), queda puxada pela menor intenção de contratação de funcionários (-3,2%).

Na comparação com fevereiro de 2020, as avaliações sobre o presente recuaram 29,2%, sobre o futuro, 13,8% e as intenções de investimentos caíram 14,4%.