CNC: Black Friday deve faturar R$ 3,74 bi com e-commerce

Victória Anhesini
Jornalista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie
1

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) informou nesta quarta-feira (18) que a Black Friday de 2020 deverá movimentar R$ 3,74 bilhões este ano.

Conforme a CNC, a data vai alcançar o maior faturamento desde sua incorporação ao calendário do varejo nacional, em 2010. 

Confirmada a previsão da CNC, haverá um aumento de 6% em relação a 2019 (R$ 3,67 bilhões).

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

Ao descontar a inflação, o crescimento real das vendas, em comparação com igual período de 2019, deverá ser de 1,8%.

Crescimento real

Segundo a CNC, o avanço do e-commerce desde o início da pandemia é um fator determinante para a Black Friday. Essa pode ser a primeira data do varejo a registrar crescimento real neste ano. 

“Em 2020, mais do que em qualquer outra edição, a Black Friday deverá expor a diferença de desempenho entre as lojas físicas e as lojas on-line”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

Ele também ressalta a facilidade de comparação de preços on-line em uma data comemorativa caracterizada pelo forte apelo às promoções.

Avanço

A CNC projeta avanço real de 61,4% nas vendas exclusivamente online, em relação à Black Friday de 2019.

Já as lojas físicas devem apresentar avanço de apenas 1,1%, em comparação com o ano passado. 

De acordo com dados da Receita Federal, de março a setembro o faturamento real do e-commerce cresceu 45% em comparação com igual período de 2019. Além disso, a quantidade de pedidos mais que dobrou (+110%).

O segmento de eletroeletrônicos e utilidades domésticas deverá ser o principal destaque entre os ramos que já aderiram à data.

Segundo os dados, a previsão de movimentação financeira é de R$ 1,022 bilhão. Em seguida, hipermercados e supermercados (R$ 916,9 milhões) e móveis e eletrodomésticos (R$ 853,4 milhões).

Descontos efetivos

A CNC traz uma projeção dos itens que apresentam maior potencial de descontos efetivos durante a Black Friday. De acordo com o estudo da Confederação, os produtos com mais chances de desconto efetivo estão no gráfico a seguir.

CNC

Metodologia

Para chegar a este resultado, a CNC coletou, diariamente, mais de dois mil preços de produtos ao longo dos últimos 40 dias.

A coleta foi encerrada em 15 de novembro.

Pela metodologia da Confederação, um determinado item que apresenta altas expressivas (superiores a 20%, por exemplo) no preço mínimo praticado durante as semanas que antecedem a Black Friday possui baixo potencial de desconto efetivo.

A Black Friday é um evento promocional de descontos no varejo que ocorre sempre na última sexta-feira de novembro.

Esta é a quinta data mais importante para o setor, atrás de Natal, Dia das Mães, Dia das Crianças e Dia dos Pais.

Leia mais

IPO: tudo o que você precisa saber antes de entrar

BTG (BPAC11) se torna o maior comprador de imóveis comerciais do país

BTG (BPAC11) tem resultados do 3TRI20 que esbanjam confiança, diz BB Investimentos

  • Para participar da nova edição da Money Week, de 23 a 27 de novembro, inscreva-se

Quer saber mais como investir no mercado de ações? Preencha o formulário abaixo que um assessor da  EQI Investimentos irá entrar em contato.