EconomiaInvestimentosNotícias

Cinco dicas para ter dinheiro no bolso neste ano

Veja as instruções para não deixar os gastos de dezembro atrapalharem a saúde do seu bolso em 2019.

Avalie este artigo!
29032010dinheiro015 1024x576 - Cinco dicas para ter dinheiro no bolso neste ano
Crédito da imagem: Reprodução/Internet
O início do ano é um período em que muitos gastos se acumulam. Manutenção do carro, matrícula da escola, material escolar, compras de Natal e festas de fim de ano são apenas alguns deles. Assim, é comum que muitos brasileiros acabem entrando no ano novo com uma série de dívidas.

Pensando nisso, o economista Humberto Carneiro listou cinco dicas essenciais para quem deseja começar 2019 com dinheiro no bolso e se manter assim ao longo do ano. Confira:

1 – Quitação de dívidas:

O dinheiro do 13º pode ser um importante aliado na quitação das dívidas, porém, o economista explica que deve ser feita uma lista de prioridades. Ele explica que as pessoas precisam tentar negociar algum tipo de dívida e, caso exista um grande conjunto delas, o ideal é quitar aquela que for mais cara.

dívidas Agencia Brasil 1024x596 - Cinco dicas para ter dinheiro no bolso neste ano
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

Outra possibilidade é conversar com o gerente do banco para solicitar uma linha de crédito adequada e que permita renegociar dívidas com juros maiores como, por exemplo, o cheque especial.

2 – Hora de colocar a casa em ordem:

Carneiro aponta que, após negociar as dívidas, o próximo e mais importante passo é verificar a infraestrutura da casa para identificar a necessidade de alguma reforma. Entre os serviços que devem ser priorizados estão a limpeza da caixa d’água, pintura e dedetização, por exemplo, pois podem interferir diretamente na saúde de quem vive nesse ambiente.

3 – Investimentos:

Carneiro aponta que um investimento é considerado um gasto capaz de gerar uma receita futura. “A compra de um abajur, por exemplo, é algo que embeleza a casa, mas que não gera receita. Já começar um mestrado, uma pós-graduação ou mesmo um MBA e considerado um investimento, pois trata-se de algo que tende a melhorar a receita em um tempo futuro”.

Falando em investimentos, conhece o nosso teste de perfil?

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

investir com pouco dinheiro 1024x681 - Cinco dicas para ter dinheiro no bolso neste ano
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

O economista também explica que as pessoas devem diversificar a sua carteira de investimentos. Assim, além da renda fixa, também é interessante arriscar um pouco mais e começar a investir em renda variável como ações, dólar, ouro etc.

Contudo, Carneiro aponta a necessidade de que o investidor conte com algum aconselhamento financeiro nesse momento, pois isso permite conhecer melhor quais são os tipos de produtos disponíveis no mercado e quais são os mais adequados de acordo com o perfil do investidor.

Uma opção bastante interessante para aqueles que desejam começar a investir, segundo o economista, é a Previdência Privada.

4 – Relação com o dinheiro:

Um dos principais pontos para quem deseja ter uma vida financeira saudável é o autoconhecimento. Nesse sentido, é fundamental entender a forma como cada pessoa lida com o dinheiro (controlado, impulsivo ou tendente a gerar gastos sem pensar). Depois disso é que se deve começar a montar um planejamento.

Essa tarefa de fazer um planejamento financeiro pode ser algo considerado chato e muito trabalhoso, principalmente para as pessoas que não costumam controlar as suas despesas. Nesses casos, Carneiro orienta que se deve investir em algum tipo de orientação financeira.

O economista explica que realizar um planejamento sem ajuda é quase como “pagar por uma academia e não ir”. Em muitos casos é preciso contratar um “personal trainer financeiro” até que a pessoa consiga adquirir o hábito de analisar seus gastos e descobrir o que está acontecendo com o seu dinheiro.

5 – Atenção aos pequenos gastos:

Durante a realização de um planejamento doméstico, algo comum é que as pessoas apresentem uma tendência ao otimismo. Isso acontece, pois, em muitos casos, as receitas são superestimadas e os gastos subestimados.

shutterstock 88465894 1024x682 - Cinco dicas para ter dinheiro no bolso neste ano
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

Assim, Carneiro explica que as pequenas despesas como um jantar em um restaurante ou a compra de uma roupa por impulso não devem ser deixadas de fora do orçamento. “Disciplina, uma avaliação franca e o estabelecimento de metas razoáveis são pontos fundamentais para a elaboração de um bom planejamento”, aponta.

Tags

Késia Rodrigues - Colaboradora Independente

Colaboradora Independente do Portal EuQueroInvestir e leitora assídua de conteúdos sobre economia e política. Apaixonada por literatura, viagens, tecnologia e finanças.

Artigos Relacionados

Close