Cielo (CIEL3) celebra contrato com seus acionistas BB (BBAS3) e Bradesco (BBDC4)

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Divulgação

A Cielo (CIEL3) comunicou nesta terça-feira (2) Contratos de Prestação de Serviços de Intermediação, Captação, Indicação e Manutenção de Estabelecimentos Comerciais com seus acionistas Bradesco (BBDC3 BBDC4) e Banco do Brasil (BBAS3).

Tais contratos estabelecem os termos e as condições aplicáveis aos serviços de intermediação a serem prestados pelo Banco do Brasil e pelo Bradesco à Cielo, “voltados à captação e à indicação de estabelecimentos comerciais para potencial credenciamento ao Sistema Cielo, bem como no auxílio à comunicação com estabelecimentos já credenciados”, informa a empresa.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Os contratos terão validade pelo prazo de 1 ano, contado de 1º de janeiro de 2021.

“Por se tratar de transações com partes relacionadas, a matéria, a partir da proposta da Diretoria-Executiva, foi decidida exclusivamente pelos conselheiros independentes da Cielo”, sublinha a companhia.

Tecnisa (TCSA3) aprova mudança do valor mínimo de debêntures

A Tecnisa (TCSA3) retificou hoje que em sua 12ª emissão de debêntures simples, em série única, serão emitidas até 120 mil debêntures, “observado o Montante Mínimo e o Procedimento de Bookbuilding”.

Na hipótese de, no âmbito do Procedimento de Bookbuilding, a demanda apurada junto a investidores para subscrição e integralização dos CRI (certificados de recebíveis imobiliários) ser inferior a 120 mil CRI, a quantidade de debêntures prevista, que servirá de lastro aos CRI, será reduzida proporcionalmente, com o consequente cancelamento das debêntures subscritas e não integralizadas, a ser formalizado por meio de aditamento, sem a necessidade de aprovação pelo conselho de administração da companhia.

O Valor Total da Emissão, observado o montante mínimo de 50 mil debêntures é de R$ 50 milhões.

Em 22 de janeiro último, a Tecnisa havia aprovado a 12ª emissão de debêntures simples, com total a ser emitido de até 120 mil debêntures e valor nominal unitário R$ 1 mil.

Dessa forma, o valor total da emissão seria de até R$ 120 milhões, agora retificado.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3