China confirma morte de norte-americana vítima do coronavírus

Cláudia Zucare Boscoli
Jornalista formada pela Cásper Líbero, com pós-graduação em Jornalismo Econômico pela PUC-SP, especialização em Marketing Digital pela FGV e extensão em Jornalismo Social pela Universidade de Navarra (Espanha), com passagens por IstoÉ Online, Diário de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e Editora Abril.

Crédito: Reprodução/Pixabay

Uma norte-americana de 60 anos foi a primeira vítima fatal do coronavírus entre estrangeiros, conforme reportagem da Reuters. Ela teria falecido na quinta-feira, 6, no Hospital Jinyintan, em Wuhan, na China, epicentro do surto.

O número total de mortos chegou a 722. Comparativamente, a epidemia de Sars entre 2002 e 2003 fez 774 vítimas fatais.

Apenas duas mortes foram relatadas fora da China continental – uma em Hong Kong e outra nas Filipinas, mas, em ambos os casos, as vítimas eram cidadãos chineses.

Aprenda hoje a investir em Small Caps e encontre as oportunidades escondidas na Bolsa.