EconomiaNotícias

Cepal aponta crescimento de 2% para o PIB brasileiro em 2019

Espera-se que o crescimento na América Latina seja de 1,7% até o fim do próximo ano.

Avalie este artigo!
Design no Brasil 1024x682 - Cepal aponta crescimento de 2% para o PIB brasileiro em 2019
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

De acordo com projeções feitas pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), o cenário de incerteza econômica internacional poderá se acentuar ao longo de 2019.

O Balanço Preliminar das Economias da América Latina e do Caribe 2018 mostra uma expectativa de crescimento para a região estimado em 1,7% no próximo ano, o que é ligeiramente inferior ao que foi anunciado no último mês de outubro (1,8%). A projeção de crescimento da região para 2018 também passou por uma revisão e foi de 1,3% para 1,2%.

A Cepal aponta que o maior risco que envolve o desenvolvimento econômico da região ao longo de 2019 está relacionado a existência de uma deterioração súbita nas condições financeiras das chamadas economias emergentes.

Impostos no Brasil Andrade Silva Advogados 1024x598 - Cepal aponta crescimento de 2% para o PIB brasileiro em 2019
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

O relatório indica que ao longo de 2018, os mercados emergentes, o que envolve a América Latina, apresentaram uma significativa diminuição nos fluxos de financiamento interno, pois aumentaram os seus níveis de risco soberano e depreciaram suas moedas em relação ao dólar. Nesse sentido, o que a Cepal indica é que não se pode descartar novos episódios como esse de deterioração nas condições financeiras futuras.

“É importante contar com a promoção de políticas públicas para fortalecer fontes de crescimento e fazer frente ao cenário de incerteza a nível global”, é o que explica Alicia Bárcena, secretária-executiva da Cepal.

Países

A Cepal aponta que a economia brasileira deve encerrar 2018 com um crescimento de 1,3%, o que é levemente menor que a alta esperada no início de novembro, que era de 1,4%. Já para 2019, a comissão espera que o PIB do Brasil feche com um crescimento de 2%.

Quanto ao México, a Cepal também mantém a sua expectativa de que o PIB cresça em 2,2% em 2018, já para o ano que vem, a expectativa é de um crescimento de 2,1%.

Já conhece o nosso teste de perfil? Experimente agora!

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

economia negocios pib investimentos grafico 1512135418055 v2 1920x1271 1024x678 - Cepal aponta crescimento de 2% para o PIB brasileiro em 2019
Crédito da imagem: Reprodução/Internet

A Argentina enfrenta atualmente uma forte recessão econômica e já teve que pedir ajuda ao FMI. Assim, o país deve encerrar 2018 com uma queda de 2,6% em seu PIB. Já para 2019, espera-se uma nova contração de 1,8%.

A Venezuela, por sua vez, ainda está mergulhada em uma crise econômica e social que afeta até mesmo o abastecimento de produtos utilizados para as necessidades básicas das pessoas. No país, a contração no PIB de 2018 será de 15%. Para 2019, o relatório da Cepal aponta nova contração de 10%.

Já a Nicarágua, outro país em que se vive uma crise econômica e social, apresentou uma queda de 4,1% em seu PIB neste ano. Já para o ano que vem, o que se espera é uma nova queda de 2%.

Regiões

Ao analisar o recorte de regiões dentro da América Latina e Caribe, a previsão do Cepal para a América Central (excluindo o México) é que haja um crescimento de 3,3% em 2019. Já o crescimento na América do Sul deve ser de 1,4% e no Caribe de 2,1%.

Dentre os países, a ilha de Dominicana, no Caribe, seria a “cabeça” do crescimento regional, pois possui uma estimativa de expansão de 9%, seguida da República Dominicana (5,7%), Panamá (5,6%), Antígua e Barbuda (4,7%) e Guiana (4,6%).

Já entre os países da América do Sul, as economias mais aquecidas nos tempos atuais são a da Bolívia, que pode fechar 2018 com um crescimento econômico estimado em 4,4% e mais 4,3% em 2019. Além disso, de acordo com a Cepal, o Paraguai apresentará um crescimento de 4,2% até o final de 2018 e de 4,2% em 2019.

Tags

Patrícia Auth

Patrícia Auth é jornalista formada pela Univali de Itajaí/SC. Trabalhou em impressos, como o Jornal de Santa Catarina, e também, como repórter na Rede Record e RBS TV. É casada, mãe da Lívia e adoradora de boa música e gastronomia.

Na equipe EuQueroInvestir, é responsável pela produção de vídeos, e também escreve e edita artigos para o site.

Entre em contato com a Patrícia pelo e-mail: patricia.auth@euqueroinvestir.com

Artigos Relacionados

Close