Celesc (CLSC4) aprova debêntures no total de R$ 550 milhões

Fernando Augusto Lopes
Redator e editor
1

Crédito: Reprodução/Wikimedia

A Centrais Elétricas de Santa Catarina, a Celesc (CLSC3 CLSC4), aprovou a sua 4ª Emissão de Debêntures, em série única. O valor total projetado é de R$ 550 milhões, com recursos destinados para o reforço de caixa.

As 550 mil debêntures emitidas, com valor unitário de R$ 1 mil, terão prazo de vigência de 5 anos contados da data de emissão, vencendo, portanto, em 15 de abril de 2026.

Atingir um patrimônio de R$ 100 mil é para poucos, saiba quais são as melhores atitudes e aplicações para multiplicá-lo

Sobre o valor unitário incidirão juros remuneratórios correspondentes à variação acumulada de 100 das taxas médias diárias dos DI – Depósitos Interfinanceiros de um dia, acrescida de spread equivalente a 2,60% ao ano.

Via Varejo (VVAR3): S&P atribui rating brAA, com perspectiva estável

A Via Varejo (VVAR3) comunicou nesta quarta-feira (14) que agência de classificação de riscos Standard and Poor’s Global Ratings, conhecida como S&P, atribuiu à companhia o rating corporativo brAA na escala nacional brasileira, com perspectiva “Estável”.

O rating “brAA” enquadra-se na parte superior da categoria Grau de Investimento na escala local, informa a Via Varejo.

Allied (ALLD3) aumenta capital

O Conselho de Administração da Allied Tecnologia (ALLD3) aprovou aumento do capital social da companhia, com a emissão de novas ações, em virtude do exercício de opções de compra de ações no âmbito do Plano de Opção de Compra de Ações, aprovado pela Assembleia Geral Extraordinária realizada em 28 de setembro de 2018.

O aumento do capital social é no montante total de R$ 746 mil, com a consequente emissão de 69.280 novas ações ordinárias.

“O preço de emissão das ações foi calculado conforme previsto nos instrumentos particulares de outorga de opção de compra de ações celebrados com cada um dos participantes”, informou a empresa.

Com o aumento, o capital social da Allied passará de R$ 975.280.588,85, dividido em 90.415.309 ações ordinárias, para R$ 976.026.686,75, dividido em 90.484.589 ALLD3.

Sanepar (SAPR11): agência reguladora aprova aumento de 5,7701% na tarifa de água e esgoto

A Companhia de Saneamento do Paraná, Sanepar (SAPR11), informou que o Conselho Diretor da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (AGEPAR) homologou o revisão tarifária periódica da empresa.

Conforme deliberação da AGEPAR, será possível apontar para a tarifa no valor de R$ 5,6675/m³ a ser aplicada nas contas de água e esgoto 30 dias após a publicação da resolução pela agência, o que representa um aumento de 5,7701% em relação à tarifa base considerada de
R$ 5,3583/m³.

Enauta (ENAT3) adia reapresentação de balanços de hoje para até terça-feira

A Enauta (ENAT3) informou hoje o adiamento da reapresentação das informações trimestrais dos períodos findos em 31 de março, 30 de junho e 30 de setembro de 2020.

As demonstrações financeiras anuais referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2020, divulgadas em 31 de março, já incorporaram as retificações necessárias de forma consolidada em bases anuais.

Essas reapresentações estavam previstas para 14 de abril de 2021. “Contudo”, segundo a Enauta, “em razão dos trabalhos de revisão que ainda se encontrarem em andamento, a companhia informa que o arquivamento das informações trimestrais de 2020 estão previstas até 20 de abril de 2021”.

As retificações dos procedimentos contábeis estão sendo feitas de forma voluntária e “visam o alinhamento com as práticas contábeis adotadas no Brasil e com as normas internacionais de relatório financeiro (IFRS)”.

Planilha de Ativos

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.