CBA (CBAV3) faz aquisição; Carrefour (CRFB3) congela preços

Matheus Gagliano
Jornalista formado em 2007. Possui mais de 15 anos de experiência em jornalismo econômico e corporativo. Passou por veículos especializados como Brasil Energia e Canal Energia e pelo Jornal do Commercio, do Rio de Janeiro. Além de passagens por veículos como Record TV do Rio, jornal O Dia e Diário Lance.
1

Crédito: Divulgação

A Companhia Brasileira do Alumínio – CBA (CBAV3) – assinou contrato para a compra de 80% da Alux do Brasil Indústria e Comércio. Pelo acordo, a CBA pode exercer uma opção de compra para a aquisição de 20% da participação restante. Esta poderá ser exercida após três anos da conclusão da operação.

Por estar entre os maiores fornecedores de ligas secundárias de alumínio do Brasil, a Alux permitirá à CBA entrar em um novo segmento de mercado além de ampliar sua capacidade produtiva de alumínio reciclado, passando a atuar com maior relevância nesse mercado, de acordo com a empresa.

Carrefour (CRFB3) congela preços de produtos até 10 de janeiro

O Carrefour (CRFB3) informou que irá congelar os preços de seus produtos de alimentação até de janeiro. A empresa tomou essa decisão mediante o aumento de preços de gêneros alimentícios nos últimos meses.

Estão incluídos no congelamento, todos os de fabricação própria como as marcas Carrefour, Viver, Carrefour Bio, Veggie, Mercado, entre outras.

Ambipar (AMBP3) adquire Excelência Sustentabilidade

A Ambipar (AMBP3) fez uma nova aquisição no setor de sustentabilidade. A companhia adquiriu a Excelência Sustentabilidade. Trata-se de uma empresa Com atuação no Brasil e em 14 países. Ela busca soluções em gestão ESG.

Vale (VALE3) assina memorando de descarbonização com a Posco

A Vale (VALE3) informou que assinou um memorando de entendimento com a Posco. O objetivo do memorando é desenvolver ações para a siderurgia focadas na redução das emissões de CO2.

As empresas estão em discussão para encontrar os caminhos mais adequados, utilizando o portfólio de produtos da Vale, incluindo produtos de minério de ferro de alta qualidade, como  pelotas, finos e briquetes.

Gerdau (GGBR4) recomprará US$ 500 milhões em bonds

O conselho de administração da Gerdau (GGBR4) aprovou a recompra de US$ 500 milhões em três tipos de bonds em circulação no mercado internacional.

Serão recomprados os papéis quem possuem juros de 4,750% e vencimento em 2023; bonds com vencimento em 2024 e juros de 5,893%; e bonds cujo vencimento é 2027, e juros de 4,875%.

Tecnisa (TCSA3) tem novo diretor presidente

O conselho de administração da Tecnisa (TCSA3) elegeu para o cargo de Diretor Presidente, Fernando Tadeu Perez. Ele substitui Joseph Meyer Nigr no cargo. Com sua saída, Meyer Nigr passará a compor o conselho de administração no lugar do novo eleito.

Elo pretende fazer IPO na Nasdaq em dezembro

A Elo, bandeira de cartões de crédito controlada pelo Bradesco (BBDC4), Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil (BBAS3), pretende fazer seu IPO na Nasdaq, nos Estados Unidos, até dezembro. A informação é do O Estado de S.Paulo.

A companhia pretende fazer a colocação de fatia entre 20% e 25% de seu capital. Com isso, a bandeira pretende captar cerca de US$ 800 milhões no mercado norte-americano.