Carne passa tomate e é produto com preço que mais sobe em 2019

Jéssica De Paula Alves
Jornalista e produtora de conteúdo
1

Crédito: Reprodução/Pixabay

A carne desbancou tomate do posto de vilão dos preços em 2019. De acordo com o Estadão, entre as dez maiores altas registradas nos supermercados de São Paulo, estavam sete cortes bovinos e um suíno.  Por vários anos, o tomate foi o vilão entre os itens com as maiores altas no varejo, segundo a publicação.

Assim, de janeiro a dezembro, o pernil suíno teve avanço no preço de 52,15%, sendo a maior alta. Contudo, o tomate regrediu em 31,44%, sendo a maior baixa, segundo o Índice de Preços dos Supermercados (IPS), apurado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) para a Associação Paulista de Supermercados (Apas).

Em 2019, das dez maiores altas registradas, oito foram carnes e destas, sete bovinas e um corte suíno. Ainda segundo o Estadão, a grande importação de proteína animal feita pela China, devido a peste suína africana, fez a cotação da arroba do boi gordo atingir o pico histórico no fim do ano passado.

Desta forma as carnes bovinas como um todo subiram, em média, 30 15% e as carnes suínas, em geral, aumentaram 31,43%. Em seguida, vieram as aves, com avanço de 21,48% nos preços, e os ovos que ficaram 16,15% mais caros, disse o Estadão.

No geral, os preços dos produtos vendidos nos supermercados, além dos alimentos, também tiveram alta, como os produtos de limpeza doméstica e higiene pessoal, que aumentaram em 5,73%.