Camil (CAML3): lucro líquido cai 1,2% no balanço do 1TRI21

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Reprodução / YouTube / Camil

O lucro líquido da Camil (CAML3) caiu 1,2% no balanço do primeiro trimestre de 2021 (1TRI21) no comparativo anual.

O lucro caiu de R$ 109,5 milhões para R$ 108,2 milhões. A margem foi de 4,8% nos primeiros meses deste ano, queda de 1,5% em relação ao ano anterior.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

Camil (CAML3): principais números do balanço do 1TRI21

Lucro líquido

Lucro 1TRI21: R$ 108,2 milhões

Lucro 1TRI20: R$ 109,5 milhões

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

Ebitda

Ebitda 1TRI21: R$ 183,9 milhões

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

Ebitda 1TRI20: R$ 196,6 milhões

Receita líquida

Receita 1TRI21: R$ 2,2 bilhões

Receita 1TRI20: R$ 1,7 bilhão

Ebitda tem queda de 6,5%

O Ebitda da Camil no 1TRI21 foi de R$ 183,9 milhões. Ou seja, queda de 6,5% no comparativo anual.

Já a margem Ebitda passou de 11,4% (1TRI20) para 8,1% (1TRI21).

Receita sobe 30,5%

Por outro lado, a receita da Camil no 1TRI21 teve alta de 30,5%.

O indicador cresceu de R$ 1,729 bilhão nos primeiros meses do ano passado para R$ 2,257 bilhões de janeiro a março de 2021.

“O primeiro trimestre reforça mais uma vez os atributos de crescimento sólido e da resiliência do nosso modelo de negócios, com foco em vendas e na geração de valor da companhia”, afirmou a administração da Camil.

Apesar das dificuldades com a pandemia, a empresa afirma que continua acreditando no mercado de alimentos na América do Sul, que combina resiliência, oportunidades de crescimento e tende a ser um dos setores defensivos em cenários como da pandemia.

Outros indicadores

O resultado financeiro líquido da Camil atingiu uma despesa de R$ 25,0 milhões no   trimestre (+49,0% a/a) em função, principalmente, dos efeitos decorrentes do crescimento das despesas financeiras de resultados com instrumentos derivativos frente a uma receita no mesmo período do ano anterior.

O trimestre foi marcado pelo crescimento anual de volumes no Brasil (+5,7%): grãos (+3,7% a/a), açúcar (+8,1%  a/a) e pescados (+22,6% a/a); e queda anual nos volumes do Internacional                    (-32,1%): Uruguai (-36,2% a/a), Chile (-4,6% a/a) e Peru (-37,5% a/a).

O Capex da Camil ficou em R$ 45,4milhões (+136,5% a/a) no 1TRI21.

A dívida líquida/EBITDA UDM encerrou o período em 1,5x.

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.