Câmara dos EUA vota envio ao Senado das acusações contra Trump nesta quarta-feira

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: AFP

Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Estados Unidos, marcou para esta quarta-feira (15) a votação e o envio ao Senado das acusações formais de impeachment contra o presidente Donald Trump.

Segundo Pelosi, a reunião também servirá para definir os componentes da equipe que liderará as acusações contra Trump no Senado.

Terceiro presidente norte-americano a ter um processo de impeachment aprovado na Câmara e enviado ao Senado, Trump dificilmente será destituído do cargo, independentemente das acusações.

O presidente é acusado de abuso de poder por ter pressionado a Ucrânia a abrir uma investigação sobre seu rival democrata nas próximas eleições, Joe Biden.

Trump, no entanto, conta com a maioria dos simpatizantes no Senado, que conta com 53 democratas – e nenhum se mostrou disposto a votar contra ele.

Como precisa de 2/3 dos 100 votos da Casa para ter configurado contra si o processo de impeachment, o mais provável é que Nancy Pelosi tenha de engolir a permanência do presidente até o fim do seu mandato.

A previsão, se tudo der certo no debate desta quarta, é que o julgamento de Trump no Senado comece na próxima semana.