Caixa adota novas taxas de juros para crédito rural

Paulo Amaral
Jornalismo é meu sobrenome: 20 anos de estrada, com passagens por grandes veículos da mídia nacional: Portal R7, UOL Carros, HuffPost Brasil, Gazeta Esportiva.com, Agora São Paulo, PSN.com e Editora Escala, entre outros.

Crédito: Divulgação / Agência Senado

A Caixa Econômica Federal anunciou, nesta quinta-feira (26), que adotará novas taxas de juros para contratações de crédito rural.

Produtores, agroindústrias e cooperativas, agora, terão linhas de crédito 54% menores. O comunicado oficial da instituição ressaltou, no entanto, que os recursos contratados precisam, obrigatoriamente, ser destinados às operações de custeio, investimento, comercialização e industrialização.

Pela nova tabela, as taxas ficaram da seguinte forma: Geral (6,5% ao ano); PRONAMP Custei (5% ao ano); PRONAMP Investimento (5,7% ao ano); Agroindústria e Cooperativas (3,7% ao ano).

Segundo Julio Cesar Volpp Sierra, vice-presidente de varejo da Caixa, a redução de mais de 50% nos juros é um marco no crédito rural.

“O menor custo do crédito traz maior competitividade ao cliente, pois amplia a rentabilidade da produção. Nossa atuação preza em atender o produtor em todo o ciclo produtivo de forma sustentável, ofertando o crédito certo, justo e adequado”, comentou, segundo publicação do site Money Times.