Burger King Brasil (BKBR3) registra lucro de R$ 47 mi no 4TRI19, queda de 44%

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Wikimedia

O Burger King Brasil (BKBR3) anunciou na quarta-feira (19) os resultados referentes ao quarto trimestre de 2019.

No período, a companhia registrou um lucro líquido de R$41 milhões. Excluindo os efeitos da adoção do IFRS16, o lucro teria sido de R$47 milhões, ante lucro de R$84 milhões no quarto trimestre de 2018.

A queda no lucro reflete o efeito não recorrente do reconhecimento do imposto de renda diferido ativo no valor de R$ 30 milhões, no quarto trimestre de 2018.

Ferramenta ajuda na escolha de suas ações de acordo com balanços

Em 2019, o lucro líquido acumulado, excluindo os efeitos da norma IFRS 16, foi de R$ 70 milhões, frente a um lucro líquido de R$128 milhões em 2018. Isso representa uma queda de 45,5%.

No quarto trimestre do ano passado, o Ebitda ajustado (lucro antes juros, impostos, amortização e depreciação) atingiu R$171milhões, já refletindo a adoção da norma IFRS 16.

Excluindo este impacto, o Ebitda ajustado teria apresentado um aumento de 5,3%, passando de R$125 milhões para R$ 132 milhões. Esse crescimento se deu pelo aumento da receita operacional líquida.

Tudo sobre Investimentos em mais de 80 aulas GRATUITAS

O resultado financeiro reportado para o quarto trimestre foi negativo em R$ 2,7 milhões (sem efeito do IFRS 16). No acumulado anual, o resultado financeiro foi negativo em R$ 8,6 milhões. Já em 2018, o indicador foi positivo, com R$ 10,8 milhões.

A receita operacional líquida para o quarto trimestre atingiu R$ 803 milhões, isso representa um crescimento de 11,9% frente ao mesmo período de 2018. Esse aumento está relacionado à boa performance dos restaurantes e dessert centers abertos durante os últimos 12 meses.

No ano de 2019, a receita operacional líquida cresceu 22,1% quando comparada com 2018. O impulso foi dado pelo crescimento das vendas nas mesmas lojas e pelo desempenho das lojas abertas durante o ano.

Pagamento de proventos

O Burger King Brasil comunicou ainda a aprovação do pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) no montante de R$11.600 milhões, equivalentes a R$0,05 por ação.

O pagamento de JCP estará sujeito à retenção de imposto de renda na fonte. Exceto para os acionistas que sejam comprovadamente imunes ou isentos.

Segundo o comunicado, a data definida para o pagamento do JCP será em 27 de março de 2020.

Para ter direito, o acionista precisa estar posicionado no papel em 02 de março. Sendo assim, a partir de 03 de março as ações serão negociadas “ex-juros sobre capital próprio”.