B2W (BTOW3) lucra 34% a mais no balanço do primeiro trimestre

Regiane Medeiros
Economista formada pela UFSC. Produz conteúdo na área de mercado de capitais, finanças pessoais e atualidades.
1

Crédito: Divulgação

A BW2 digital (BTOW3) reportou no primeiro trimestre de 2020 um lucro bruto de R$ 466,7 milhões.

Os números representam um avanço de 34% frente ao mesmo período de 2019, com lucro de R$ 347,8 milhões. O lucro líquido da companhia não foi apresentado no balanço divulgado nesta quinta-feira.

Já a receita líquida totalizou R$ 1,69 bilhão, crescimento de 32,3% quando comparado com os R$ 1,28 bilhão registrados no primeiro trimestre de 2019.

Também no primeiro trimestre deste ano, o Ebitda ajustado atingiu R$ 127,6 milhões, crescimento de 53,3% comparado aos R$ 83,2 milhões do primeiro trimestre de 2019.

A margem Ebitda ajustada saiu de 6,5% para 7,5% na comparação entre os trimestres.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 110,0 milhões versus R$ 156,1 milhões negativos nos três primeiros meses de 2019, redução de 29,5%.

GMV Total

O GMV (Gross Merchandise Volume) corresponde às vendas de mercadorias próprias, vendas realizadas no Marketplace e outras receitas (excluindo a comissão das vendas do Marketplace), após devoluções e incluindo impostos.

No primeiro trimestre de 2020 foi de R$ 4,55 bilhões, avanço de 27,3% quando comparado aos R$ 3,57 bilhões registrados no primeiro trimestre de 2019.

Evolução do Marketplace

O Marketplace registrou crescimento de 24,5% entre janeiro e março deste ano, atingindo GMV de R$ 2,72 bilhões e participação de 59,8% do GMV Total.

Além disso, no mesmo período o B2W Marketplace conectou mais de 8,6 mil Sellers, saindo de uma base de 46,8 mil em dezembro de 2019 para mais de 55,4 mil Sellers em março de 2020.

“A base de Sellers aumentou em 2,2x do 1T19 para o 1T20 (de 25,5 mil para 55,4 mil Sellers).” informou a companhia.

Impactos da Covid-19

A companhia declarou ainda que em fevereiro deste ano foi montado um comitê de crise com o objetivo de monitorar a evolução diária e os impactos da pandemia de Covid-19.

“O desafio que estamos enfrentando, por conta da pandemia do Covid-19, é em escala global e acreditamos que, diante deste cenário, o Universo Americanas passa a ter também um desafio extraordinário, onde todos os diferenciais competitivos estão sendo testados nos limites de suas capacidades.”

Entre as medidas implementadas neste novo cenário, a BW2 destacou o programa de apoio ao comércio local (#apoieocomerciolocal) que visa dar mais suporte aos aos micro e pequenos vendedores.

Dessa forma, em abril deste ano, mais de 20 mil novos vendedores foram cadastrados.