BTG Pactual (BPAC11): setor da saúde tem bom começo de trimestre

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação/ Hapvida

Os fortes números divulgados pela ANS (Agência Nacional de Saúde) na sexta-feira sobre os setores da saúde e odontológico são animadores. Segundo o BTG Pactual (BPAC11), os dados relativos a outubro mostram um conjunto de números otimistas.

Os números de outubro mostram uma expansão de adesões aos planos de saúde de 146 mil em relação ao último mês, enquanto a indústria odontológica adicionou 185 mil membros.

Na área da saúde, destaca o BTG, a recuperação foi em todos os segmentos:

Segmento corporativo (+ 116 mil em outubro; 68% da base geral de associados do setor de saúde);

Pessoa Física (+ 6 mil em outubro; 19% do mercado geral);

Segmento de afinidade (+ 24 mil em outubro; 13% do mercado geral).

O BTG ainda ressalta os bons desempenhos de Amil (AMIL3), Hapvida (HAPV3) e Bradesco Seguros, enquanto houve desempenho inferior de Sul America (SULA11) e Notre Dame Intermédica (GNDI3).

 

Crescimento de beneficiários do setor da saúde em outubro/2020

Crescimento de beneficiários do setor da saúde em outubro/2020

 

 

 

 

 

Crescimento de beneficiários odontológicos em outubro/2020

Crescimento de beneficiários odontológicos em outubro/2020

 

 

 

Confira abaixo alguns destaques feitos pelo BTG sobre as empresas.

Grupo Hapvida: crescimento orgânico continua em jogo

O Grupo Hapvida continua a apresentar crescimento orgânico de membros mês a mês.

Em outubro, a empresa adicionou 17 mil membros, apesar da perda líquida de 6,9 ​​mil m/m no São Francisco.

Grupo GNDI: perda líquida de -3,5 mil

O GNDI (ex-Clinipam) mostrou uma queda suave, com 3,2 mil adições líquidas em outubro.

Mas, mais importante, todo o grupo (GNDI + Clinipam + Medisanitas + outros pequenos ativos adquiridos recentemente) perdeu 3,5 mil membros no mês.

Sulamerica: desempenho inferior

A Sulamerica registrou adições líquidas de -11 mil m/m.

Olhando para os números da odontologia, a empresa relatou forte expansão líquida de 34 mil no mês.

ODPV: mais um mês de crescimento orgânico

A Odontoprev registrou mais um mês de crescimento orgânico. A empresa reportou 17,9 mil adições líquidas em outubro, com melhorias no segmento corporativo (+13 mil) e no segmento individual (+4 mil).

Mês forte para BBDC e Amil

O BBDC registrou + 38,6 mil em outubro, superando seus pares.

A Amil também teve um forte aumento de membros de 30 mil /m.

Visão geral sobre o setor de saúde

O BTG continua positivo em relação aos Sul America, Hapvida e GNDI, embora acredite que a recuperação rápida (e surpreendente) do mercado deve ser positiva para todo o setor privado da saúde.

“Em nossa visão, a SulAmérica é uma das melhores opções em saúde, oferecendo uma combinação vencedora de uma avaliação relativamente atraente e dinâmica com lucros robustos, dizem os analistas Samuel Alves e Yan Cesquim.

 

Crescimento de beneficiários do setor da saúde nos últimos anos

Crescimento de beneficiários do setor da saúde nos últimos anos

 

 

 

 

Crescimento de beneficiários odontológicos nos últimos anos

Crescimento de beneficiários odontológicos nos últimos anos

 

 

 

 

 

Se você quer saber mais sobre o mercado de ações e como investir, preencha o formulário abaixo que um assessor da EQI Investimentos entrará em contato.