BTG: PagSeguro tem resultados positivos, com destaque para o PagBank

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Reprodução / PagSeguro

Os resultados do 3TRI20 da PagSeguro foram de acordo com o esperado, mas positivos, avalia o BTG Pactual (BPAC11).

Um dos destaques, segundo a análise, foi do aumento do PagBank, que alcançou 6,3 milhões de clientes, aumento de 56% no comparativo com 2019.

Confira como foram os resultados do 3TRI20 do PagSeguro.

BDRs| Aprenda mais sobre essa classe de Ativos

Melhores receitas da PagSeguro

A análise do BTG Pactual ressalta o aumento do lucro líquido de 17% no comparativo com o trimestre anterior e -15% em relação ao 3TRI19 do PagSeguro, 4% e 2% acima da expectativa prévia.

A receita líquida tanto do PagSeguro quanto do PagBank se saíram melhores do que o esperado, diz o BTG.

O TPV (volume total de pagamento) não adquirido acelerou e “vimos lançamentos de vários novos produtos durante o trimestre, como investimentos, seguros e até mesmo seu próprio marketplace, o que deve ajudar a PagSeguro a melhorar monetizar os clientes no futuro”, avaliam Eduardo Rosman e Thomas Paredo.

Perdeu a Money Week?
Todos os painéis estão disponíveis gratuitamente!

O TPV do terceiro trimestre atingiu quase R$ 44,8 bilhões, 6% acima do esperado. Foi um forte aumento de 50% t/t e 52% a/a, “praticamente deixando os efeitos da pandemia para trás”, diz o BTG.

O TPV da PagSeguro foi auxiliado por um volume adicional de R$ 2,7 bilhões referente ao CoronaVoucher. Mas se esse impacto for excluído, o TPV ainda cresceu bons 44% a/a.

A receita total atingiu R$ 1,78 bilhão, 3% acima do esperado pelo BTG.

Outros indicadores financeiros

O custo das vendas foi quase 5,5% acima da expectativa (+ 33% t/t e 54% ano/ano).

O PagSeguro continuou a mostrar fortes adições líquidas de receitas e aumentar o estoque de PDV. Assim, segundo o BTG, isso deve levar a maior depreciação nos próximos trimestres.

Despesas com vendas e administrativas vieram 8% melhores do que o esperado, queda de 8% a/a (+ 36 % t/t), enquanto as despesas administrativas aceleraram (+22% t/t e + 53% t/t) como a empresa está investindo para expandir o PagBank e desenvolver novas iniciativas como cartões, crédito, investimentos, seguros e mercado.

O Ebitda atingiu R$ 459 milhões, queda de 10% t/t e a/a.

A margem líquida atingiu 21,3% nos 9M20, queda de 450bps a/a. Mas se não fosse o impacto de 500 bps devido à pandemia e outro impacto de 300 bps devido aos investimentos no PagBank, a margem líquida teria atingido 29,3%.

Destaque para o crescimento do PagBank

Os comerciantes ativos da PagSeguro alcançaram 6,3 milhões (+ 9% t/t e + 56% a/a),. Houve uma adição líquida de 474 mil no trimestre.

A administração está confiante de que o mercado de cauda longa está penetrado “apenas” em 1/3, dando espaço para que a empresa continue crescendo em ritmo acelerado.

Já o PagBank fechou o trimestre com 6,7 milhões de clientes. Deste valor, 1/3 são consumidores. Assim, a alta foi de 37% t/t e 257% a/a. Houve adições líquidas de 1,8 milhão no trimestre (vs. 1,2 milhão no 2º trimestre).

Os usuários consumidores no PagBank alcançaram 2,2 milhões. Ou seja, aumento de 8x ano/ano. Eles já representam 1/3 do total de clientes do PagBank.

“Assim, essa é uma importante indicação de que o PagBank também está ganhando força entre os clientes não comerciantes”, analisa o BTG.

O TPV do PagBank, que costumava ser denominado TPV não adquirente, atingiu R$ 23 bilhões no terceiro trimestre. Ou seja, cresceu a um ritmo rápido de 117% t/t e 312% a/a.

Nos 9M20, a receita do PagBank atingiu R$ 330 milhões, enquanto a administração indicou um impacto de R$ 141 milhões no lucro líquido do desenvolvimento da plataforma Pagbank no mesmo período.

PagBank Shopping e monetização de clientes

O BTG ressalta ainda que a PagSeguro lançou seu próprio marketplace, denominado PagBank Shopping.

“Uma iniciativa semelhante ao que temos visto no Inter e na C6, que recebe uma comissão de parceiros e dá um reembolso aos clientes, com alguns dos parceiros integrados em uma solução de ponta a ponta que traz uma melhor UX aos clientes”, analisa o BTG.

Assim, o banco avalia que o mercado de cashback tem sido uma alternativa muito interessante para players digitais que tenham uma enorme base de clientes.

Aceleração da PagSeguro no 4T20

De forma geral, o BTG avaliou que o terceiro trimestre da PagSeguro veio de acordo com a expectativa. Mas uma aceleração no próximo trimestre deixará os analistas mais confiantes.

“Em conjunto, os ganhos do terceiro trimestre vieram em linha com o que esperávamos, apesar da alta das despesas com opções de ações. E o aumento da divulgação mostra uma boa tendência à frente, com espaço para melhorar os ganhos”, avaliam os analistas.

A administração indicou que a margem líquida do quarto trimestre irá se recuperar para 20-21% (vs. 18,5% no terceiro trimestre).

Dados os indicadores recentes, o BTG acredita que será importante os dados do quarto trimestre para justificar maior valorização das ações.

Por fim, a avaliação é de que o PagSeguro ainda negocia com um grande desconto para os pares “e, por enquanto, nossa classificação é de compra”. O preço alvo é de R$ US$ 45.