BTG Pactual (BPAC11) anuncia investimento na gestora Perfin

Felipe Alves
Jornalista com experiência em reportagem e edição em política, economia, geral e cultura, com passagens pelos principais veículos impressos e online de Santa Catarina: Diário Catarinense, jornal Notícias do Dia (Grupo ND) e Grupo RBS (NSC).
1

Crédito: Divulgação

O BTG Pactual (BPAC11), maior banco de investimentos da América Latina, anunciou nesta segunda-feira (14) a aquisição de uma participação minoritária no capital social da Perfin, gestora de recursos fundada em 2007, referência na estruturação de investimentos ilíquidos e com mais de R$ 20 bilhões sob gestão.

“Este acordo nos permite ampliar nossa oferta de produtos financeiros estruturados, em especial ativos ligados à infraestrutura, nos quais a Perfin tem excelência comprovada em mercado. Além disso, a Perfin conta com uma ampla base de investidores em sua atividade de Wealth Management, onde poderemos oferecer nossa solução completa de produtos e serviços financeiros”, afirma Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual.

Acesse esse material especial para avaliar resultados, performance e dividendos dos melhores FIIs no mercado.

Segundo o CIO da Perfin, Ralph Gustavo Rosenberg, “o acordo nos permitirá agregar capital para o fortalecimento e expansão de nossas atividades, bem como utilizar da expertise do BTG Pactual no aprimoramento dos processos de governança e controle da Perfin, com o objetivo de reforçar a excelência na gestão e alocação de capital de terceiros. Esperamos crescer juntos e colaborar por meio de nossa experiência nos segmentos de atuação”.

BTG será sócio estratégico

O BTG Pactual entrará como sócio estratégico do negócio sendo que os atuais sócios da Perfin manterão o controle. Assim, eles terão total independência no processo de investimento, gestão do negócio e de pessoas.

Você sabia que algumas das maiores oportunidades de ganhos da bolsa estão nas Small Caps? Quer saber mais sobre essas ações e como investir? 

A Perfin continuará como plataforma aberta, buscando sempre maximizar seu trabalho através de retornos sustentáveis para seus clientes. Ou seja, a empresa seguirá liderada pelo Comitê Executivo da gestora, composto por Ralph Gustavo Rosenberg, a frente da gestão de ativos ilíquidos, Gaspar Gasparian Neto, na gestão de ativos de clientes, junto com Daniel Tucci Chaves, Alexandre Sabanai, na gestão de fundos líquidos e José Roberto Ermírio de Moraes, sócio-fundador.

Quer começar o dia bem-informado com as notícias que vão impactar o seu bolso? Clique aqui e assine a newsletter EQI HOJE!

A operação, segundo o BTG, está sujeita à aprovação das autoridades competentes, incluindo o Cade e Banco Central do Brasil. O valor do negócio não foi revelado.

Sobre a Perfin

Com mais de R$ 20 bilhões sob gestão, sendo aproximadamente R$ 6 bilhões geridos pela Perfin Asset e R$ 14 bilhões pela Perfin Wealth, a gestora de recursos busca retornos por meio de processos de análise e um time experiente de analistas, investindo de forma construtiva com parceiros e clientes.

Em infraestrutura, a Perfin detém próximo de R$ 5 bilhões sob gestão em ativos. Assim, são 3.890 km em ativos no setor de transmissão distribuídos em 11 estados, parques de energia de energia renovável com capacidade superior a 2,5 GW sendo desenvolvidos e mais de 180 MWp em geração distribuída.

Por fim, em gestão de recursos de famílias, é uma das maiores independentes e na gestão de fundos de ações tem 14 anos de história investindo de forma a colaborativa junto as empresas.

Um dos principais exercícios para a compra de uma ação é saber se ela está cara ou barata. Para isso, preparamos um material especial para ajudá-lo nesta análise.