BTG Pactual (BPAC11) inicia cobertura de ações da Orizon (ORVR3) com recomendação de compra

Regiane Medeiros
Colaborador do Torcedores
1

O BTG Pactual (BPAC11) informou nesta quarta (24) que iniciou a cobertura de ações da Orizon (ORVR3) com recomendação de compra e preço-alvo em R$ 30,00, com 37% de upside sobre o preço atual das ações.

“Vemos a negociação de ações com uma TIR real atraente de 11,4% e um EV / EBITDA 21 implícito de 9,1x”, destacou o BTG.

Simule seus investimentos com um especialista e confira as melhores opções de acordo com seu perfil

Ainda de acordo com o banco, a Orizon oferece um CAGR 2021-2024 de 23,5%, refletindo principalmente a entrada em operação dos aterros sanitários em desenvolvimento, as unidades de reciclagem e a usina de transformação de resíduos em energia.

Sobre a Orizon

A Orizon é uma empresa de tratamento e recuperação de resíduos posicionada exclusivamente no final da cadeia de valor da gestão de resíduos.

A empresa tem o ESG em seu DNA e gera valor por meio de uma plataforma integrada que abrange 4 segmentos principais: gestão e destinação de resíduos por meio de suas operações de aterro (63% do faturamento); energia, biogás e créditos certificados de redução de emissões (RCEs – 18% das receitas); processamento de resíduos e transformação de resíduos em energia (13% das receitas); e engenharia ambiental (6% do faturamento).

Aterros sanitários de última geração

A Orizon possui 5 aterros sanitários operacionais, também chamados de EcoParks, com outros 5 em desenvolvimento.

O aterro sanitário possui a maior classificação do Brasil, concedida aos aterros com infraestrutura para atender a todos os requisitos ambientais e de segurança pública.

Ao contrário dos lixões, os aterros sanitários – se revestidos de argila, adequadamente projetados e controlados por metano – não contaminam os lençóis freáticos, o solo e o ar. Surpreendentemente, apenas 50% de todo o lixo produzido no Brasil vai para aterros sanitários, enquanto os 50% restantes são descartados de forma inadequada (lixões e aterros controlados).

Agregar valor por meio de uma plataforma integrada

A Orizon possui uma plataforma integrada única que permite se beneficiar de vários estágios da cadeia de valor da gestão de resíduos.

Aproveitando a decomposição dos resíduos recebidos em seus aterros, a empresa aumenta a rentabilidade por meio da venda de biogás para geração de energia e emissão de créditos de carbono (RCEs).

Enquanto isso, ela também fornece soluções de processamento de resíduos feitas sob medida para grandes clientes industriais, está construindo a primeira usina de energia de resíduos em energia da América Latina e atualmente está desenvolvendo instalações de triagem que aumentarão a quantidade de resíduos reciclados no aterro, agregando valor ao fluxo de resíduos e contribuindo para uma economia circular.

Cases da Bolsa

Aprenda análise fundamentalista de ações na prática, com maiores cases já criados na B3